Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Governo do Maranhão - Mulheres investem em produção de mel em Santa Luzia do Paruá

 
 
Cerca de 50 famílias de mulheres trabalhadoras rurais envolvidas com a produção de mel irão participar de capacitação em empreendedorismo e apicultura, no município de Santa Luzia do Paruá. O treinamento, “Santa Luzia mais doce” é uma realização da Secretaria de Estado da Mulher (Semu) com recursos do Fundo de Combate à Pobreza Rural (Fumacop).

De acordo com a coordenadora técnica do projeto, Dayane Silva, em 40 horas aula, elas vão aprender técnicas em produção do mel, manutenção das caixas de armazenamento do mel e local propício para a produção das abelhas, entre outros. "É uma forma de transformar a apicultura em atividade viável para a inclusão social de pequenos agricultores familiares, incluindo as mulheres".

O objetivo do projeto é melhorar as condições financeiras das mulheres, fortalecer as oportunidades econômicas e inserir as mulheres na faixa economicamente ativa do setor produtivo. Visa, também, possibilitar o acesso de outras famílias na atividade.

Capital do mel

As mulheres beneficiadas fazem parte a Associação Ruralista do Centro do Martin e Centro do Lelau, do município de Santa Luzia do Paruá, localizado a 370 km de São Luís.

Capital maranhense do mel, Santa Luzia do Paruá, localizada no centro da região do Alto-Turí, noroeste do Maranhão, na Amazônia Maranhense, é referencia na produção de mel de abelhas africanizadas. A apicultura no município, nos últimos anos, tornou-se uma das principais atividades econômica. Ganhou força e que só perde para a agropecuária.

O período de produção de mel, de acordo com os produtores locais, vai de julho a outubro e uma pequena produção ao final do mês de janeiro.

Equipamentos

Entre as ações do projeto, a aquisição de equipamentos como centrífuga elétrica de 64 quadros, para extrair o mel dos favos pela sucção do ar giratório; e decantador, que coloca o mel para fazer o processo de decantação de alguma impureza, como farelos de cera.

Outros equipamentos proporcionados por meio do projeto, o Cilindro alveolador, que cilindra a cera para ser colocada nos ninhos; e Maquina de sache, que embala o mel em pequeno flaconetes de plástico PVC de 1 cm de diâmetro. Também Enchedeira pressurizada cilíndrica, que comprimi o mel para dentro do sachê, entre outros maquinários.

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...