Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

quinta-feira, 18 de julho de 2013

LOBÃO SE REÚNE COM ELETRICITÁRIOS – FOTOS

Fotos do Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, em reunião com os eletricitários de todo o Brasil.


Ao centro Fernando Pereira - Presidente da Federação Nacional dos Urbanitários

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Jornalista diz que foi desrespeitado no UDI Hospital

Do blog do Jorge Aragão

O meu desabafo pelo desrespeito do UDI Hospital

UDI1
 
Peço licença aos leitores para relatar um episódio acontecido com o titular do Blog na última terça-feira (17), farei o relato para chamar atenção das autoridades competentes, como uma maneira de desabafar e por ter convicção que o meu caso, infelizmente, não foi um caso isolado.
 
Cheguei por volta das 16h50 na UDI Hospital e como estava com febre alta, fui imediatamente atendido por um médico, que confesso não peguei o nome. Atendimento feito e encaminhado para a realização de exames.
 
Após os exames, para minha tristeza, foi mais uma vez detectado início de pneumonia, algo que já me fez ficar internado em 2011, no Hospital São Domingos. Apesar de achar que meu quadro não é tão preocupante como da última vez não questionei, afinal não estudei para ser médico.
 
No entanto, minha esposa pediu para me encaminharem a um pneumologista, afinal se ele estava pedindo minha internação, supus que era algo grave. Só que ele afirmou que não havia a necessidade. Ora se não havia a necessidade de ser encaminhado a um pneumologista, qual o motivo da internação?
Passamos adiante, pois o pior ainda estava por vir.
 
Começaram outros exames e medicamento. Cheguei a fazer um exame que confesso desconhecia sua existência, a retirada de sangue pela artéria e aviso dói bastante. A enfermeira fez o procedimento por volta das 19h30, mais ou menos a última vez que falei com o primeiro médico que me atendeu, pois o mesmo largou o plantão às 20h.
 
Depois disso, conclui a medicação de um antibiótico às 21h. Desde então tentei por três vezes conversar com o médico que estava no plantão, Juscelino Virgulino, gravei o nome, pois jamais quero conversar com esse senhor novamente, pois atendido eu não fui.
 
Mas bem, por volta das 22h30 não suportei mais ficar aguardando com fome, numa cadeira desconfortável, querendo informações do último exame, que demora algo em torno de dez minutos para sair e informações sobre minha internação, procurei o médico Virgulino e para minha surpresa, sem sequer olhar meu prontuário, qual foi à resposta dele: esse não é um problema meu, mas sim administrativo.
 
Respondeu a minha indagação de o que teria que fazer. Na realidade ele estava afirmando que apesar de terem mandado me internar, o hospital não tinha leito disponível e a recepção claramente informou que sequer poderia dar uma previsão.
Continue lendo aqui.
 
O Blog do Gilberto Léda está à disposição do UDI Hospital caso queira se pronunciar sobre o assunto.

BEM VINDOS MÉDICOS CUBANOS, O BRASIL ESTA NA EMERGÊNCIA

 
Por Evan de Andrade - não sou petista, mas...

BIENVENIDOS MÉDICOS CUBANOS! Acho que tu tens plano de saúde e desconhece realidade da maioria dos brasileiros. QUASE que a totalidade dos "médiuns" brasileiros para irem aos lugares mais longínquos do país exigem R$ 45 mil (15 mil de cada prefeitura pobre) e não valorizam os pacientes brasileiros. Se eles são mercenários e não se preocupam com os pacientes brasileiros, porque vou defender o “status quo” deles?

A MEDICINA CUBANA É PROVENCIONISTA, ou seja, não deixa a população adoecer. Trabalham na educação e na prevenção popular. Os "médiuns" daqui QUANTO MAIS DOENTES MELHOR para faturar, claro!... Aqui, ninguém alerta quais alimentos produzem a hipertensão, colesterol, diabetes, câncer, etc. Só depois que estamos doentes é que somos alertados dos perigos de determinados alimentos e comportamentos. Em CUBA o foco é alertar a população toda, antes que venham a adoecer, PREVENÇÃO. Lá a medicina é revolucionaria e mudou o comportamento das pessoas.

Sem falar que os CUBANOS NÃO TEM FRESCURA. Pode manda-los em qualquer missão, que não ficam exigindo Pajero Triton com ar-condicionado, GPS, air-bag, hotel cinco estrelas e o escambal. Em quaisquer buracos dos interiores do Brasil eles vão, ganhando até R$ 3500,00 ( três mil e quinhentos reais). Esses sim! São médicos vocacionados, alias esse é o único critério pra ser médico em Cuba; VOCAÇÃO. Aqui no Brasil é ser da burguesia e ter estudado nas melhores escolas particulares e depois passar nos melhores cursos das Universidades Públicas. Lembremos que, esses cursos, são pagos por nós, pelos nossos impostos, e futuramente teremos que pagar outra vez pelos “serviços” desses burgueses...

 Enquanto a maioria dos “nossos” “médiuns” não amam a profissão e muito menos os pacientes brasileiros. É por isso que, os pacientes nem bem entram nos consultórios médicos e, eles, “os médiuns made in brazil”, já deram o diagnóstico e a receita "mediúnica" tylenol. Só podem receber o espírito do Doutor Fritz para criptografar tudo que o paciente sente... Pelo menos eu paguei R$ 80mil por um procedimento na aorta descendente e continuo do mesmo jeito...

A medicina brasileira vai ficar mais HUMANA, acessível, eficiente e inclusiva e menos desidiosa, corporativista e criminosa. BIENVENIDOS MÉDICOS CUBANOS!
 

OAB-GO marca audiência pública sobre ensino jurídico

(CORPORATIVISMO NO AR)

A OAB-GO vai realizar, no dia 2 de agosto, uma audiência pública para discutir a situação do ensino jurídico no Estado. O evento será realizado na Sala de Sessões, a partir das 9 horas. As audiências públicas serão realizadas pelo Conselho Federal da OAB e, a partir delas, oferecerá sugestões ao Ministério da Educação (MEC) para a fixação de normas de regulação e supervisão nessa área. 
 
As audiências públicas serão promovidas em todos os estados da Federação, sempre tendo como convidados professores, alunos, dirigentes de instituições de ensino todos os agentes envolvidos no ensino jurídico.
 
Vamos ouvir a comunidade acadêmica e as instituições, envolvendo toda a sociedade, de forma a ampliar o diálogo, e dessas audiências teremos as conclusões que levaremos à mesa com o MEC; será um fato marcante para a relação entre OAB, entidades de ensino, sociedade e governo, disse o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado, ao anunciar, em junho, a realização das audiências.
OAB e MEC firmaram protocolo em 22 de março último instituindo uma comissão paritária que vai estabelecer o novo março regulatório do ensino jurídico. Com o primeiro debate realizado na OAB do Piauí no último dia 28, já há audiências marcadas nas Seccionais de São Paulo, Paraná, Amazonas, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Alagoas, Ceará, Pará, Santa Catarina, Sergipe, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, além de Goiás ( confira o calendário ).

Prefeitura define pauta de ações para demandas do São Raimundo

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior recebeu na noite desta terça-feira (16), na sede da Prefeitura de São Luís, os moradores do bairro São Raimundo que apresentaram reivindicações da comunidade. Durante a reunião foram determinadas ações emergenciais para os problemas do bairro.
 
“A Prefeitura, desde o primeiro dia de gestão, tem reforçado a importância do diálogo com lideranças e representantes das comunidades. Estamos sempre dispostos a debater de forma democrática e transparente todas as propostas que forem apresentadas pela sociedade e buscarmos as soluções necessárias para a nossa cidade”, destacou o prefeito.
 
Durante a reunião desta terça-feira foram determinadas ações emergenciais para melhorar a infraestrutura do bairro. Na quinta-feira (18), será iniciada operação tapa-buracos, além de serviços de manutenção da iluminação e melhoria da limpeza. A médio prazo, o prefeito Edivaldo informou que será realizada pavimentação das principais vias, a partir de convênio com o governo federal.
 
As lideranças presentes na reunião agradeceram a atenção do prefeito e atendimento da pauta emergencial. A reunião contou com a presença dos secretários Andréia Lauande (Criança e Assistência Social), Márcio Jerry (Comunicação), além do adjunto George Assis (Segurança com Cidadania).
AÇÕES NO BAIRRO
Em abril deste ano, a Prefeitura realizou a desobstrução das galerias, serviços de roço e capina, troca e manutenção de luminárias no bairro do São Raimundo e Vila Cascavel.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Subsecretário de Assuntos Políticos defende pleito dos prefeitos

Subsecretário de Assuntos Políticos defende pleito dos prefeitos
 
Em entrevista a emissora de rádio de São Luis, nesta sexta-feira (12), o subsecretário de Assuntos Políticos e conselheiro da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Antonio da Cruz Filgueira Júnior, o Júnior Marreca, destacou os itens mais relevantes das solicitações dos prefeitos debatidas durante XVI edição da Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, realizada esta semana, no Distrito Federal. O evento, que teve como tema central “O desequilíbrio federativo e a crise nos municípios”, reuniu cerca de 5 mil participantes, incluindo prefeitos, vices e vereadores. A programação, composta por palestras e debates teve sessão solene com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff.
 
Das oito conquistas contabilizadas, Junior Marreca ressaltou a liberação de R$ 3 bilhões, como novo Apoio Financeiro aos Municípios (AFM), defesa da presidente à reformulação da Lei Complementar 116/2003 e a reinstalação da Subcomissão de Assuntos Municipalistas no Senado Federal.
 
Marreca explicou que os prefeitos solicitam o aumento de 2% no Fundo de Participação dos Municípios, mas o pleito depende de aprovação no congresso. “Sensibilizada com a crise financeira das prefeituras, a presidente Dilma anunciou a liberação dos recursos que serão repassados em duas parcelas: no próximo mês e em abril de 2014”.
 
Para Marreca, o atendimento de pleitos dos prefeitos pelo Governo Federal não resolve o problema em definitivo, mas demonstra boa vontade por parte do Governo Federal. “Foi a fórmula encontrada para amenizar a grave crise vivenciada pelos municípios brasileiros”.
 
Marreca ressaltou que as dificuldades das prefeituras ocorrem porque há um descompasso entre os recursos repassados pela União e as crescentes despesas de custeio. “Quando o gestor inaugura um posto de saúde, por exemplo, torna-se necessário dar vida a essa unidade, fazer funcionar. Isso implica em despesas com água, energia, e recursos humanos. Portanto, as despesas aumentam, mas os recursos permanecem inalterados”.
 
ISS
Outro tema destacado na entrevista foi a Regulamentação de Serviços na Lei Complementar nº 116/2003, dispositivo que estabelece os critérios de arrecadação referentes ao Imposto Sobre Serviços (ISS). A inclusão novas atividades, em 2003, possibilitou um aumento de R$ 7 bilhões para mais de R$ 44 bilhões em 2012.
 
A proposta agora é corrigir distorções e ampliar a lista que passaria a abranger operações de leasing, cartões de crédito e construção civil. “Não é justo que a arrecadação referente a operações com cartão de crédito, realizada no município de Itapecuru-Mirim, por exemplo, sejam creditadas aos municípios-sede das empresas que exploram esses serviços”, defendeu Júnior Marreca.

Prefeitura realiza Semana da Saúde do Homem

A Secretaria de Saúde (Semus) realiza de 13 a 19 de julho campanha de prevenção e diagnóstico das DST/AIDS e Hepatites Virais. O evento é alusivo ao Dia do Homem que é comemorado na próxima segunda-feira (15). A abertura da semana de atividades será neste sábado (13), no Centro de Saúde AMAR, no bairro Recanto Fialho, com a realização de testes rápidos de Aids e glicemia, distribuição de preservativos masculinos e femininos, além de ações de orientação e prevenção do Programa de Doenças não Transmissíveis. A atividade acontece das 8h às 12h.
A campanha acontece, também, nos Centros de Saúde Vila Itamar, Jailson Alves, São Francisco, Pirapora, João Paulo, Turu II, Gapara, Bezerra Menezes, na Unidade de Saúde da Família Thalles Ribeiro e na Fundação da Memória Republicana Brasileira – Convento das Mercês, durante todo o sábado.
Os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA’s) dos bairros Anil, Lira e o Centro de Saúde do Bairro de Fátima realizarão ações alusivas a Saúde do Homem durante toda a próxima semana.
O secretário de Saúde, César Felix, ressalta que a Semus tem realizado ações frequentes com o objetivo de despertar na população a necessidade de fazer o acompanhamento regular do seu estado de saúde. “A saúde do homem está recebendo uma atenção especial da Prefeitura. O alto número de mortes em decorrência da falta de procura pelos serviços de saúde é alarmante. Temos que reverter esse quadro e isso começa a partir da prevenção. Para isso, precisamos estreitar os laços, aproximando o público masculino das nossas unidades de saúde”, disse.
DADOS ALARMANTES
A cada três mortes de adultos, duas são de homens. Com uma perspectiva de vida menor, cerca de sete anos e meio a menos que as mulheres, o homem é acometido, com maior incidência, por infartos do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais (AVC). Pneumonia, cirrose e diabetes também estão entre as principais doenças adquiridas por indivíduos do sexo masculino.
Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata é uma das causas mais frequentes de mortes, com o crescimento de 120% nos últimos 34 anos. Outro tipo de câncer, o de pênis, coloca o Maranhão em uma preocupante posição no ranking nacional da doença: 3º Lugar, com quase 11% dos casos em todo o Brasil. Somente em 2012, 15 casos foram registrados no Maranhão que resultaram em 14 amputações do membro. Um problema que pode ser evitado, em grande parte dos casos, através da simples orientação profissional.
O principal motivo apontado por especialistas para a maior prevalência de doenças graves neste público é falta de procura aos serviços de saúde para a realização das avaliações de rotina. Muitos procuram os serviços médicos quando já apresentam alguma enfermidade e, normalmente, já em estado avançado.
O foco da Política Nacional da Saúde do Homem, implantada em 2009 pelo Governo Federal, são adultos entre 20 a 59 anos de idade, que totalizam mais de 2,5 milhões de brasileiros.
PROGRAMAÇÃO:
· 15/07 às 8h30min – Palestra sobre a Política da Saúde do Homem – Enf. Carlos Henrique R. dos Santos;
· 16/07 às 8h30min – Palestra sobre Pré-Natal do Homem e Planejamento Familiar – Enf. Auricélio Perteira Nunes;
· 17/07 às 8h30min – Palestra sobre Hipertensos e Diabéticos – Enf. Regina Marcia B. de Assis
· 18/07 às 8h30min – Palestra sobre Controle da Tuberculose e Coinfecção HIV/AIDS –Enf. Thais Furtado Ferreira;
Durante a semana ainda serão realizados testes rápidos para HIV, HCV, hepatite B e glicemia capilar. Os pacientes que necessitarem terão acompanhamento e assistência médica na própria Unidade.

Flávio Dino tem 68% de vantagem na disputa pelo governo em Imperatriz

O Instituto Amostragem divulgou pesquisa realizada em Imperatriz, segundo maior município do estado. A pesquisa confirmou ampla vantagem do presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB) nas intenções de voto ao governo do estado em 2014, chegando a obter 68,33 %.

A vantagem significativa de Flávio Dino é verificável em todos os cenários aferidos pelo Amostragem. Num cenário em que o comunista disputa contra o atual secretário de Infraestrutura e candidato oficial da governadora Roseana Sarney, Luís Fernando, os números indicam percentual de 68,33 para Flávio e apenas 12, 67% para Luís Fernando.

Em um cenário de disputa contra o Ministro Lobão, Flávio Dino possui 61,67% das intenções de voto contra 25,67% de votos declarados ao ministro de Minas e energia.

Rejeição a Roseana:

O Instituto Amostragem mediu o índice de rejeição do governo Roseana. Para 60,83% dos imperatrizenses o desempenho da governadora é ruim ou péssimo e nada menos do que 83% declararam preferir a mudança e a renovação na política do estado, contra 10% que declararam preferir a continuidade do grupo Sarney no poder.
Fonte: Maranhão da Gente

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Essa foi demais, mãe é presa por comprar vibrador para filha de 13 anos

Pornografia para crianças dá nessas aberrações...
 
 
Em Divinópolis, município do interior de Minas Gerais, Sara Silva Oliveira Rios, de 42 anos foi presa na tarde de terça-feira por violação do artigo 224 do Código Penal. O referido artigo trata como estupro presumido quando menores de 14 anos são expostos a situações de natureza, mesmo que aja consentimento por parte do menor.
Sara é mãe de uma adolescente de 13 anos, estudante do oitavo ano do Ensino Fundamental da Escola Presidente Itamar Franco, e atleta da seleção juvenil de futebol feminino de Divinópolis. A menor havia pedido de presente de aniversário um vibrador para a mãe, que por ser adepta sem tabus comentou na loja com as vendedoras que era “pra embrulhar de presente, pois ela daria a filha”.
A vendedora que é professora no turno matutino, ministra aulas de Ensino Religioso para a filha de Sara, achou aquilo um absurdo e denunciou para o conselho tutelar a intenção da mãe. O Conselho Tutelar investigou o caso e flagrou a menor levando o presente para mostrar as amigas na escola.
 
Sara quando perguntada na delegacia se ela não se sentia responsável pela precocidade , disse que a filha já possui vida ativa desde os 12 anos e que o vibrador “seria apenas um plus a que toda mulher tem direito”.
 
Quando o delegado insistiu em questioná-la sobre a precocidade a resposta foi ainda mais assombrosa. Dr. Carlos Almeida Sobrinho perguntou: “O que você acha da sua filha aos 12 anos já ter vivido experiências com tantos homens?” Sara se resumiu a dizer: “Que bom que ela gosta do babado, né? Deus me livre ter uma filha que gosta de ‘lamber bife’. Deus me livre”.

Sara pode ser condenada a quatro anos de detenção e perder a guarda da filha. O pai preferiu não se manifestar sobre o caso. Disse apenas que não sabia sobre a vida da filha e que acha estranho “uma menina que ainda brinca de bonecas pedir um presente tão estranho para a própria mãe”.
 

INACREDITÁVEL - TCU QUER QUE TODOS VIREM CORRUPTOS!

É sempre assim... Quando alguém começa a denunciar a corrupção, é logo combatido pelos corruptos do sistema, que criam algum factoide para jogar todos na vala comum...
Bira do Pindaré vem denunciando uma série roubos no Governo Estadual e, a ordem dos larápios é ameaça-lo ou pará-lo definitivamente. Ou seja, já estão falando até que Bira não poderá ser candidato em 2014...
O “TCU” “condenou” o deputado Bira por ações de administradores anteriores a sua gestão e já o ameaçam de inelegibilidade caso ele não se enquadre as teias de corrupção existente. É muita apelação!
Para a classe política maranhense, fica claro o recado do TCU, “todos devem ser corruptos e combateremos com calunias, factoides e não deixaremos ser candidatos todos que querem a moralidade e não se enquadram no sistema corruptacional”.
Em dizer que a função do TCU é justamente proteger o erário público da corrupção. É triste ver uma facção de raposas vigiando o galinheiro... 
 
Óh! Jesus vem logo e acaba com tudo isso...
 

VEJAM MAIS...
 
Se o Tribunal de Contas da União (TCU) abrisse a contabilidade do governo cinqüentenário do Maranhão, renderia manchetes o ano inteiro até na mídia internacional.

Mas, diante de tantos indícios e fatos concretos sobre a enxurrada de corrupção na terra onde José Sarney (PMDB) é coronel, o que faz o TCU?

- Condena o deputado estadual Bira do Pindaré (PT) por uma tomada de contas de 2004, referente ao ano de 2002, quando ele ainda nem era gestor na DRT (Delegacia Regional do Trabalho).

Veja AQUI a resposta de Bira ao jornal O Estado do Maranhão.


Ironia das ironias, a notícia sobre a condenação de Bira veio à tona justamente no período em que o parlamentar vem fazendo uma série de denúncias sobre práticas corruptas no governo Roseana Sarney (PMDB).

Bira foi também um dos principais articuladores, na bancada da oposição, para reverter o Conselho de Gestão Estratégica do governo Roseana, uma sinecura que insulta a voz das ruas no Brasil inteiro.
 
No Maranhão, aliados da oligarquia Sarney, nunca foram alvo das devassas do TCU, apesar de haver fortes indícios de corrupção dos aliadoa sarneístas.
 
Só para lembrar, quando o PT passou pela Secretaria de Estado da Educação, foi denunciado até por formação de quadrilha, nos próprios meios de comunicação da família da governadora.

Os amigos de Lula e Dilma estão protegidos no Maranhão, principalmente a oligarquia Sarney, para quem o TCU fala manso.

Já os petistas não alinhados a Sarney, como Bira do Pindaré, são vigiados com telescópio pelo TCU. Aquele que denuncia e pede para averiguar acaba sendo investigado e condenado.

Outros, com tantos motivos para serem examinados, passam incólumes aos órgãos de controladoria.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Prefeitura garante cursos para produtores da zona rural de São Luís

Produtores rurais das comunidades de Caracoeira, Coquilho, Coquilho II, Mato Grosso, Cajupari, Baixa Fria, Vila São Raimundo do Motor, Cajueiro, Porto Grande e Coqueiro serão capacitados através de 30 cursos nas áreas de prestação de serviços, agossilvipastoril, associativismo e artesanato. Os cursos serão oferecidos pela Secretaria de Segurança Alimentar (Semsa) e, em parceria com o Banco do Nordeste, os produtores vão receber também orientação sobre concessão de crédito e linhas de financiamento.

Na primeira etapa dos cursos serão capacitadas 400 pessoas das comunidades da zona rural do município de São Luís. No momento, a Semsa realiza mobilização junto às famílias das localidades, repassando informações preliminares. As linhas de créditos direcionadas pelo Banco do Nordeste são dos programas AgroAmigo e AgroMais.
 
Para Ariadna Silvana Santos, 37 anos, da comunidade Coquilho II, que trabalha com o cultivo da macaxeira, a capacitação é necessária no setor rural. “São muitas famílias que só conseguem produzir aquele pouquinho, mas, se tiver ajuda, poderão até mexer com outras plantações”, disse ela. A diversificação de atividades também é vista com otimismo por Marilena Rocha Oliveira Cruz, 37, da comunidade Mato Grosso. “A maior dificuldade é conseguir recurso e ter ajuda técnica. Se aprendemos mais temos condições de ampliar ainda mais nossas atividades”, acrescentou.
 
Segundo explicação aos produtores, a agente de Desenvolvimento do BNB, Marise Sousa, os programas disponibilizam recursos entre R$ 2 mil a R$ 15 mil, no caso do AgroAmigo, com amortização de até dois anos, sem juros agregado. Para obtenção do financiamento é exigido apenas documentação pessoal do pleiteante e comprovação da atividade por meio da DAP – Declaração de aptidão ao Pronaf, emitida pela entidade rural representativa.

Militares do Maranhão vão protestar pela PEC 300 em paralisação nacional

Pegando carona na paralisação geral que está marcada para esta quinta-feira, 11 de julho, os policiais militares do Maranhão marcaram também uma manifestação pela aprovação da PEC 300.
A manifestação será realizada em São Luis e várias caravanas do interior do Estado deverão participar do evento, que terá início às 15 horas na Praça Deodoro em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite.
A Proposta de Emenda à Constituição tramita no Congresso e estabelece um piso nacional para a categoria. Se virar lei vai beneficiar mais de 700 mil policiais e bombeiros.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

OLIGARQUIA QUER TODOS NO MESMO COFO: BIRA DO PINDARÉ DESMENTE JORNAL DOS SARNEYS

Jornalistas, radialistas, apresentadores, blogueiros ligados a oligarquia Sarney fazem festa neste domingo(7). Estampam que o deputado estadual Bira do Pindaré foi condenado pelo TCU.

A informação truncada é mais uma vez utilizada contra os adversários da família Sarney. Bira do Pindaré é um dos responsáveis pelas denúncias que desmascaram a gestão de Roseana Sarney.

A estratégia de publicar e repercutir a mentira no domingo seria para evitar a resposta imediata, que restabelece a verdade dos fatos.Pensavam poderiam silenciar Bira por pelo menos 24 horas.

Mas esqueceram a força dos blog sérios, não alinhados a oligarquia Sarney, que neste momento reproduzem de forma gratuita/voluntária os esclarecimentos de Bira do Pindaré.

Com a palavra e documentos comprovatórios Bira do Pindaré:
anexo01 (2)
1. A matéria inverídica publicada pelo jornal da oligarquia Sarney é o preço que pago por defender o povo do Maranhão e exercer um mandato como Deputado Estadual com o máximo de dignidade. Estou enfrentando, na verdade, a fúria da oligarquia que, em razão da atuação implacável contra os abusos praticados pelo governo do Maranhão – como foi o caso recente do “Conselhão”- tentam calar a minha voz e da oposição. Usaram uma decisão antiga, que já era do conhecimento público desde setembro de 2012, para tentar me desqualificar perante a opinião do povo. Mas, adianto, não vão conseguir.
2. O processo referido na matéria, que se encontra disponível para consulta pública na página do Tribunal de Contas da União (TCU), trata-se de uma Tomada de Contas do ano de 2004, referente ao exercício de 2002. Portanto, anterior à minha gestão na DRT/MA, que se iniciou em 2003 e terminou em 2006, cujas contas foram todas devidamente aprovadas sem que eu respondesse por qualquer que seja a irregularidade;
3. Não existe condenação definitiva pelo TCU. Isto porque ainda há recurso pendente de julgamento, cujo recebimento foi realizado pelo Tribunal, o qual, aliás, concluiu pela exclusão do meu nome do rol de responsáveis, o que pode ser verificado no extrato (em anexo) do exame de admissibilidade realizado pelo órgão;
4. Como não existe condenação definitiva, não há proibição alguma em assumir cargos. A matéria, portanto, falta com a verdade;
5. Quanto à decisão, não fui notificado para me manifestar sobre os elementos específicos que serviriam para a fundamentação do acórdão do TCU. Portanto, houve grave cerceamento de defesa. Além disso, meu nome sequer figurava no rol de responsáveis. Não houve também qualquer processo administrativo anterior contra mim, seja no âmbito do Ministério do Trabalho ou da Controladoria da União. De repente, depois de muito tempo, e após um estranho extravio do processo, foram pedidas novas diligências e aí fui surpreendido com uma notificação.
6. Ao contrário do noticiado pela referida matéria, eu simplesmente herdei o contrato firmado na gestão anterior, e cumpri recomendações e adotei procedimentos que foram chancelados pela Controladoria Geral da União: readequei os preços constantes do contrato; intensifiquei a fiscalização de todos os contratos em vigência naquele momento na DRT; instaurei uma Comissão específica para efetuar levantamento e saneamento de tais contratos; deflagrei processo licitatório para celebração de novos contratos. Por essa razão, todas as minhas contas foram aprovadas.
7. O jornal afirma que apelei para um expediente protelatório. Ao contrário, exerci a garantia do devido processo legal que a todos é conferida pelo artigo 5º, inciso, LV da Constituição Federal, e, no caso específico, pelos artigos 32 e 33 da Lei Orgânica do TCU;
8. Não pedi revisão de pena como afirma o jornal. O recurso apresentado por mim requer, na verdade, a correção do erro que foi a inclusão do meu nome no rol de responsáveis, erro este já reconhecido no exame realizado pela Unidade Técnica do TCU;
A matéria publicada revela-se como ato de desespero de quem sabe que vai perder as eleições de 2014 e de represália à minha postura firme e combativa à última oligarquia existente no Brasil, responsável pelos piores indicadores sociais do país e por um modelo político patrimonialista, corrompido e concentrador de poder e riquezas. Não me calarei e seguirei firme, com a bravura de quem não foge à luta e a ternura de quem aprendeu a sonhar.
Bira do Pindaré

O processo contra a Globo sumiu? E os bastidores da negociação que poderia ter levado à “estatização” da emissora

 
 
Conversei com duas fontes importantes, que trouxeram esclarecimentos sobre o episódio da sonegação de impostos da Globo, denunciada pelo blog “O Cafezinho” de Miguel do Rosário.
Uma das fontes é um ex-funcionário público (que conhece bem instituições como a Receita Federal e o Ministério Público no estado do Rio). Esse homem é o mesmo que Miguel do Rosário tem chamado de “garganta profunda”. Por isso, também o chamaremos assim nesse texto. A segunda fonte (será chamada aqui de “fonte 2″) é uma pessoa que esteve no governo federal (funcionário de carreira), nunca exerceu cargos eletivos, mas sabe muito sobre os bastidores do poder – e suas intercessões com o mundo das finanças e da mídia. Seguem abaixo as informações que recebi dos dois. O texto é longo, mas peço atenção porque trata de assunto gravíssimo.
Leia também:
Herói da Veja:”Eu trabalho na Globo, melhor trabalho do mundo”

O Mensalão da Globo

1 – O blog “O Cafezinho” publicou apenas 12 páginas de uma imensa investigação contra a Globo. Onde está o processo original? Onde estão as centenas de páginas até agora não reveladas? Um mistério. O “garganta profunda” garante que funcionários da Receita Federal no Rio estariam “em pânico” (são palavras dele) porque o processo contra a Globo simplesmente sumiu! Sim. O processo não foi digitalizado, só existe em papel. O deputado Protógenes Queiroz (que pretende abrir uma CPI para investigar a Globo) também considera “estranho” que não haja “back-up” da investigação.
“Mas como um processo some desse jeito?” pergunto incrédulo. E o “garganta profunda” responde com um sorriso: “há advogados especializados nisso, e às vezes o sumiço físico de um processo é a única forma de evitar danos maiores quando se enfrenta uma investigação como essa contra a Globo”. Insisto: “mas quem teria pago pro processo desaparecer?”. E o “garganta profunda” responde com um sorriso apenas.
 
2 – Importante compreender que, na verdade, há uma investigação contra a Globo que se desdobra em dois processos. Tudo começa com o ”Processo Administrativo Fiscal” de número 18471.000858/2006-97 , conduzido pelo auditor fiscal Alberto Sodré Zile; era a investigação propriamente tributária, no decorrer da qual descobriu-se a (suposta) conta da Globo em paraíso fiscal e a sonegação milionária. Ao terminar a investigação, no segundo semestre de 2006, Zile constatou “Crime contra a Ordem Tributária” e por isso pediu a abertura de uma “Representação Fiscal para Fins Penais” (ou seja: investigação criminal contra os donos da Globo) que recebeu o número 18471.001126/2006-14.
 
3 – Um dos indícios de que há algo errado com os dois processos contra a Globo surge quando realizamos a consulta ao site ”COMPROT” (qualquer cidadão pode entrar no site “COMPROT” do Ministério da Fazenda e fazer a consulta – digitando os números que reproduzi no item acima). Ao fazê-lo, aparecem na tela as seguintes informações:
“MOVIMENTADO EM: 29/12/2006″
“SITUAÇÃO: EM TRÂNSITO”.
 
4 – Um processo (ou dois!!!) pode ficar ”em trânsito” durante seis anos e meio? Isso não existe. Onde foi parar o processo? Entrou em licença médica? Repousa em algum escaninho? Viajou para as Ilhas Virgens Britânicas? Ou desapareceu no buraco negro que parece unir o Jardim Botânico ao Planalto Central?
A “fonte 2″ esclarece que a investigação deveria ter seguido dois caminhos:
- a Globo poderia continuar discutindo o imposto devido nas instâncias administrativas da Receita (para isso, teria que pagar o valor original e discutir a multa);
- o Ministério Público Federal no Rio deveria ter iniciado uma investigação dos aspectos criminais (esse era o caminho depois da “Representação Fiscal para Fins Penais” apresentada pelo auditor Zile).
 
5 – Se a Globo tivesse feito recursos administrativos na Receita, isso deveria constar no site “COMPROT”. Mas a última movimentação é de 29/12/2006 – como qualquer cidadão pode confirmar realizando a consulta. O que se passou? Onde está o processo? O “garganta profunda” garante: “o processo teria sido sido retirado do escritório da Receita do Rio, desviado de forma subterrânea”. Essa informação, evidentemente, ainda precisa ser confirmada.
 
6 – Se o processo original sumiu, como se explica que Miguel do Rosário tenha obtido as 12 páginas já publicadas em “O Cafezinho”? Aí está outra parte do segredo e que vamos esclarecer agora: um homem – não identificado – teria conseguido preservar o processo original (e feito pelo menos mais uma cópia, na íntegra, para se proteger). As 12 páginas seriam, portanto, “só um aperitivo do que pode vir por aí”, garante o “garganta profunda”.
 
7 – O que mais há no processo? Detalhes sobre contas em paraísos fiscais, e os nomes dos donos da Globo associados a essas contas, além de muitos outros detalhes – diz o “garganta profunda”, único a manter contato permanente com o homem que hoje possuiria o processo na íntegra. Seriam provas avassaladoras, “com nome, endereço e tudo o mais”. Em suma: uma bomba atômica contra a Globo.
 
8 – Abrimos aqui um parêntesis. A “fonte 2″ garante-me que em 2003 a família Marinho procurou o governo Lula para pedir ajuda. A Globo estava a ponto de quebrar (graças às barbeiragens com a GloboCabo, que contraiu dívidas em dólar e viu essa dívida se multiplicar por quatro depois da desvalorização do Real em 98/99, no governo FHC). Algumas pessoas no entorno de Lula chegaram a sugerir que o governo emitisse “debêntures” para salvar a Globo. Na prática, isso poderia dar ao governo o controle da Globo. “Seria uma forma suave de, na prática, estatizar a Globo”, garante-me a “fonte 2″. Por que não foi feito? “Eram todos marinheiros de primeira viagem no governo, faltou confiança e convicção para adotar essa medida, que teria sido a mais adequada para o país“, diz a “fonte 2″ – que acompanhou toda a negociação de perto. Ele conta que a família Marinho ficou contrariada com essa idéia, que chegou a ser levada à mesa por integrantes do governo Lula, mas a Globo estava tão desesperada que cogitou até aceitar essa saída pra não quebrar. Lula, no entanto, optou pela saída convencional: a Globo conseguiu empréstimos (inclusive no BNDES), e alongou a dívida. A família Marinho manteve seu império intacto.
 
9 – Ainda pressionada por essa dívida principal, a família Marinho recebeu notícia da investigação fiscal, promovida pelo auditor Zile. A Globo pediu socorro ao governo. Isso deve ter ocorrido entre 2003 e 2004, diz a “fonte 2″. A ordem de Lula teria sido: “não vamos intervir, os auditores têm autonomia funcional e devem fazer o trabalho deles”.
 
10 – A partir de então (e apesar da “ajuda” do governo para equacionar a dívida principal originada pelas barbeiragens na Globocabo), a família Marinho teria declarado guerra. Isso explicaria a cobertura global na CPI do Mensalão, sob a batuta de Ali Kamel, em 2005. Essa é a tese da “fonte 2″, embasada nesses fatos só agora revelados.
 
11 – O processo por sonegação (conduzido pelo auditor Alberto Sodré Zile) foi concluído às vésperas da eleição de 2006, quando a Globo de novo apontou as baterias contra Lula. Acompanhei tudo isso de perto, eu estava na Globo na época. Claramente, a temperatura contra o governo subiu no último mês antes do primeiro turno (ocorrido em outubro de 2006). O auditor Zile concluiu a investigação em setembro de 2006. A família Marinho queria que a investigação sobre sonegação fosse interrompida de qualquer forma. Não tanto pelos valores, mas porque a revelação de contas em paraísos fiscais seria devastadora.
 
12 – Entre o primeiro e o segundo turnos da eleição de 2006, houve algum acordo entre a Globo e o governo Lula? A cobertura global da eleição mudou completamente no segundo turno, tornando-se mais “suave”. Em novembro de 2006, um colega que também era repórter da Globo e que mantinha bons contatos com Marcio Thomaz Bastos (então Ministro da Justiça de Lula) disse-me: “Rodrigo, agora eles sentaram pra conversar, o governo e os Marinho“. Não se sabe ao certo o que foi colocado na mesa para a tal conversa. O que se sabe é que, coincidentemente, desde dezembro de 2006 a investigação por sonegação segue “em trânsito.”
 
13 – A divulgação das doze páginas pelo Cafezinho” pegou a Globo de surpresa. Reparem como a nota oficial da emissora é confusa e contraditória. A Globo fala que não há imposto a pagar, mas reconhece que discute algumas cobranças, sim. E não faz qualquer menção à conta nas Ilhas Virgens. É um ziguezague. Procedimento típico de quem não sabe o que o “outro lado” possui de munição. A Globo torce para que o resto do processo não apareça. Sobram várias perguntas…
14 – O homem que está com o processo na mão estaria disposto a revelar todo o conteúdo? Por que não o fez até agora?
 
15 – O MPF (Ministério Público Federal) vai esclarecer por que não seguiu a investigar a Globo, conforme sugeriu o auditor Alberto Sodré Zile em sua “Representação Fiscal para Fins Penais”? Cabe aos blogueiros e ao Centro Barão de Itararé fazer essa pergunta diretamente ao MPF. Aliás, nessa quarta-feira, dia 10, às 11h, o Barão e outras entidades irão para a porta do MPF no Rio (rua Nilo Peçanha, 31 – centro), levando a singela pergunta: “MPF, por que você não investiga a fraude da Rede Globo?”. Gurgel pode dar a resposta…
 
16 – A Receita Federal alega que não pode dar mais detalhes sobre a investigação, já que esta estaria protegida por sigilo fiscal. Ok. Mas a Receita pode – e deve – esclarecer o que foi feito dos processos. E por que eles constam como “em trânsito” na página “COMPROT” do Ministério da Fazenda.
 
17 – Por último, seria bom esclarecer se houve, de fato, algum acordo entre Lula e Globo em 2006. E por que ele teria sido rompido depois – com a evidente tomada de posição da emissora carioca em favor de Serra na eleição de 2010?

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Renan diz que vai devolver R$ 32 mil por uso de avião da FAB

Karine Melo
Repórter da Agência Brasil
 
Brasília O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), recuou e disse hoje (5) que vai devolver o dinheiro equivalente ao custo pela utilização de um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) no último dia 15 de junho. Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o senador usou a aeronave para ir ao casamento da filha do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), em Trancoso (BA). Ontem (4), Renan respondeu, ao ser perguntado por jornalistas, que não devolveria o valor correspondente às passagens, já que havia usado o avião para cumprir compromisso como presidente do Senado.
De acordo com nota divulgada pela presidência do Senado hoje (5), o senador está recolhendo aos cofres públicos os valores R$ 32 mil - relativos ao uso da aeronave em 15 de junho entre as cidades de Maceió, Porto Seguro e Brasília.
Ainda conforme o documento, o Senado" é o único [órgão] a ter um Conselho de Transparência com representantes da sociedade civil que não deixam dúvidas quanto aos propósitos da Casa de ser referência em controle social. A nota diz que Renan Calheiros vai consultar o conselho sobre o uso de aeronave da FAB para cargos de representação.

Entrega de 500 títulos de propriedade aos moradores do Coroadinho

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Urbanismo e Habitação (Semurh), entrega neste sábado (06) 500 títulos de propriedade a famílias residentes no bairro Coroadinho. O ato será às 9h, na escola Rubem Almeida (Rua da Mangueira, 200, Coroadinho), próximo à Unidade Mista.
 
O evento terá a presença do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e do secretário de Urbanismo, Antônio Araújo. A meta é que ao final dos quatro anos de mandato sejam entregues cerca de dez mil títulos no município.
 
O processo de regularização fundiária teve início no bairro Coroadinho, por conter grande densidade de moradores, além de estar incluso na Zona de Interesse Social (ZEIS). Nos títulos de propriedade emitidos consta que os proprietários dos lotes não podem vender as propriedades por um determinado tempo.

Meu voto não esta perdido - "Operação Limpeza Rua Rua"




 

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Muito Bem Dilma!


 

RENAN CALHEIROS COLOCARÁ EM VOTAÇÃO PLC 122? QUE TRANSFORMARÁ OS HOMOSSEXUAIS EM SEMI-DEUSES.

Aprovado na surdina em 2011, na Câmara dos Deputados, por votação simbólica, o Projeto de Lei Complementar 122 entrará em votação está semana no Senado Federal, a pedido das minorias que tomaram a frente das negociações por “melhorias” na política brasileira.
Fotos nos principais jornais do país mostraram movimentos sociais, (CUT, UNE, MST, Movimento LGBT, juventudes socialistas e outros) em reunião com a Presidente Dilma, como se eles representassem a população após as manifestações que tomaram conta do Brasil, e algumas prioridades foram colocadas em pauta.
O PT espertamente propôs a Reforma Política para ganhar simpatia do povo, pois o tema a princípio é uma palavra composta que popularmente soa muito bem. Entretanto, se aprovada como querem, criando a lista fechada, voto distrital e outros itens, que em outra oportunidade serão expostos, tornará este partido em um Deus no poder.
Outra esperta manobra que saiu desta reunião foi a iniciativa do Presidente do Senado em colocar em votação o PLC122, que caso aprovado transformará os homossexuais em semi-deuses, ou seja, caso olhe de rabo de olho para um gay e este se sentir ofendido, você estará prontamente preso por 3 anos por cometer um crime inafiançável.
Converse, ligue ou mande e-mail para seu senador para que vote CONTRA este absurdo. Todos somos iguais perante a lei independentemente de nossa opção sexual.
Assista o pequeno vídeo que expõe os principais itens deste projeto.
. Bolsonaro cita alguns itens do PLC122. http://goo.gl/ET8Qn

.Grupo LGBT fatura milhões com confecção de “vídeos educativos”. http://goo.gl/GMXBq

.PSOL destina milhões de reais para Movimento Gay. http://goo.gl/31h6m

CCJ do Senado aprova o fim do voto secreto no Congresso

Depois de a Câmara criar um grupo de trabalho para esvaziar o plebiscito sugerido pelo Palácio do Planalto, ontem foi a vez de o Senado atropelar o Executivo e antecipar-se à proposta de consulta popular apresentada pela presidente Dilma Rousseff. De manhã, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), os senadores aprovaram por unanimidade o fim do voto secreto em todas as instâncias previstas constitucionalmente, um dos temas listados pela presidente para a consulta popular.
 
À noite, o plenário aprovou requerimento de urgência defendido pelo relator da matéria, Sérgio Souza (PMDB-PR), para acelerar a tramitação e ignorar os prazos necessários para análise de propostas de emenda à Constituição (PECs). Com isso, a PEC 20, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), pode ser analisada ainda hoje na Casa e já seguir para a Câmara dos Deputados. O Congresso pretende fatiar a votação dos temas sugeridos pela presidente, sem a realização do plebiscito. O Planalto acompanha a agenda positiva do Parlamento atentamente.
A PEC 20 prevê o voto aberto para cassação de parlamentares, exoneração e nomeação de autoridades, além de análise de vetos presidenciais, que são todas as determinações constitucionais para o sigilo do voto. O homem público não tem que ter medo do seu voto, tem que assumir suas posições. É isso que as ruas pedem, defendeu Paulo Paim. Na avaliação do senador, dar prosseguimento à tramitação da proposta não afronta a presidente nem esvazia o plebiscito. Foi importante a presidente ter incluído o voto secreto em sua mensagem porque dá uma sinalização importante de que ela é a favor da proposta, argumentou.
O sentimento geral entre os integrantes da CCJ é de que não há necessidade de esperar a realização de um plebiscito para tratar do assunto. Se tem um tema que ninguém tem dúvida de qual é a posição da população é o fim do voto secreto. Se temos propostas aqui, temos de votá-las. Plebiscito seria perda de tempo e de dinheiro, criticou o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). Com todo o respeito à presidente da República, (voto aberto) é perfumaria para colocar no plebiscito. O plebiscito tem que ser para outros temas. Nós é que devemos debater esse tema aqui, defendeu o senador Pedro Taques (PDT-MT).
Nos corredores, entretanto, parlamentares admitem que consideraram a inserção do voto secreto na mensagem enviada ao Congresso como uma provocação a deputados e senadores. Assim, Dilma conseguiu jogar parte da crise para o colo do Parlamento para desviar a atenção do Executivo. Um senador da base acredita que essa foi uma maneira da presidente de pressionar o Congresso para fazer andar uma proposta engavetada. Outro integrante da base avalia que, assim como muitos parlamentares, Dilma está perdida e só quis trazer à baila um assunto que já estava na boca do povo.
Independentemente da motivação da presidente, porém, os senadores correram para se antecipar e colocaram em pauta o assunto antes de ele ser debatido no plebiscito. O Parlamento tenta, dessa forma, dar uma resposta às ruas sem parecer que foi necessário o governo interferir para eles agirem. O Palácio do Planalto, que tem acompanhado atentamente a agenda positiva do Congresso, não encarou como afronta a resposta dos parlamentares. Mesmo que os senadores tenham se antecipado, Dilma continua sendo a responsável pela sugestão.
Com a PEC aprovada ontem, a CCJ do Senado conseguiu atropelar também a Câmara, que, em 26 de junho, aprovou outra proposta sobre o assunto na comissão homônima dos deputados. Mais restrita que a de Paim, a proposta do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) prevê o fim do voto secreto somente para a cassação de mandato. A aprovação do texto de Dias no ano passado foi responsável pelo arquivamento de outra proposta de Paim, idêndica à aprovada ontem, por ter sido considerada prejudicada. A PEC 20 foi reapresentada em 16 de abril. O texto de Dias aguarda tramitação em comissão especial na Câmara.
Memória
Falta de consenso
O fim do voto secreto é um tema que tramita há tempos no Congresso, mas, como a reforma política, nunca encontrou consenso. A votação sigilosa é prevista pela Constituição de 1988 para preservar os parlamentares de influências externas ao voto. Na prática, permite também que deputados e senadores não sofram pressão da sociedade civil. O momento em que o Congresso esteve mais próximo de extinguir o voto secreto ocorreu após os escândalos envolvendo o senador cassado Demóstenes Torres, alvo da CPI do Cachoeira. Para dar uma resposta à sociedade, a PEC 86/2007, do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), foi desengavetada e aprovada. O texto previa o fim do voto secreto somente para cassação de mandato e só foi aprovado na CCJ da Câmara no fim do mês passado. A PEC 20, votada ontem pela CCJ do Senado, tem o mesmo teor de matéria arquivada no ano passado.

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...