Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

terça-feira, 28 de maio de 2013

Prefeitura recebe certificado de adesão à agenda de compromissos dos Objetivos do Milênio

A Prefeitura de São Luís integrou o seminário de lançamento da 5ª edição do Prêmio Objetivos do Milênio Brasil, evento coordenado pela Secretaria Geral da Presidência da República, Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A solenidade ocorreu na manhã desta terça-feira (28), no Complexo Pedagógico Paulo Freire, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O prefeito Edivaldo Holanda Júnior foi representado pela secretária de Segurança Alimentar (Semsa), Fátima Ribeiro.
 
“O prêmio ODM Brasil é uma relevante iniciativa existente desde 2004 que reconhece, valoriza e incentiva ações da sociedade civil e de governos municipais que ajudam o Brasil a atingir os Objetivos do Milênio. Divulgar os objetivos do milênio é uma tarefa fundamental e imprescindível para, de forma permanente, nos desafiarmos a construí-los, a alcançá-los”, afirmou Fátima Ribeiro.
 
Os ‘oito jeitos de mudar o mundo’, como também é conhecido o ODM, são um conjunto de metas pactuadas pelos governos de 191 países-membros da ONU com a finalidade de tornar o mundo um lugar mais justo, solidário e melhor para se viver.
 
No discurso proferido, a titular da Semsa frisou que acabar com a fome e com a miséria é um dos mais urgentes desafios colocados para a humanidade pelos objetivos do milênio. “Aqui em São Luís temos muitos déficits, infelizmente, mas temos também a firme disposição de enfrentá-los com determinação, mobilizando para isso a sociedade civil e os demais entes federados. Que o fórum nos traga sugestões e propostas para aprimorarmos as políticas de inclusão social, de justiça social”, disse a titular da Semsa.
 
Em mensagem enviada aos presentes, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior ressalta que a atual administração obteve nesse curto espaço de tempo importantes conquistas. Ele assegurou a contribuição incansável de sua equipe de governo no que concerne ao cumprimento do que está pactuado como objetivos do desenvolvimento do milênio até 2015.

“Sei da importância dos municípios para a conquista dos objetivos do milênio. São Luís, nossa cidade, vocês podem ter certeza, comparecerá a esse esforço com uma grande contribuição que será melhorar significativamente nos próximos anos todos os indicadores sociais”, comprometeu-se o chefe do executivo municipal, ressaltando firme disposição de enfrentá-los com determinação, mobilizando para isso a sociedade civil e os demais entes federados.
 
A secretária de Segurança Alimentar recebeu das mãos de membros do governo federal certificado de adesão à agenda de compromissos dos Objetivos do Milênio. Nesta edição serão selecionadas 60 práticas e 30 delas serão premiadas, desde que obedeçam aos seguintes critérios: contribuição para o alcance dos ODM; impacto no público atendido; participação da comunidade; existência de parcerias; potencial de replicabilidade; complementaridade e/ou articulação e integração com outras políticas públicas.
 
Os projetos selecionados serão visitados por técnicos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), da Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e de Ministérios. Os 30 premiados receberão, na capital federal, um troféu e o reconhecimento público pelas ações desenvolvidas em prol dos ODM. A cerimônia de premiação ocorrerá em 2014. Nas quatro edições anteriores foram apresentados 5.097 projetos, dos quais 80 foram premiados.
 
O evento contou com a participação do assessor da Secretaria Nacional de Estudos e Pesquisas Político-Institucionais da Presidência da República, Maurício Dutra Garcia, a diretora da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) do Governo Federal, Michele Lessa, e a representante da Secretaria Geral da Presidência da República, Ana Túlia de Macedo, designada na pessoa do ministro Gilberto Carvalho. Os secretários Marcelo Coelho (Semapa) e a secretária adjunta de Saúde, Sílvia Cavalcante também participaram do seminário.

Fórum
 
Em concomitância ao Seminário de lançamento da 5ª edição do Prêmio Objetivos do Milênio Brasil, ocorreu o primeiro Fórum de Segurança Alimentar e Nutricional para a Sustentabilidade de São Luís, desenvolvido pela Semsa. O Fórum tem como foco sensibilizar a sociedade civil para o debate sobre segurança alimentar, com fins à elaboração de propostas de políticas públicas no setor para a capital.

Foram oferecidas oficinas com cursos de educação alimentar no qual são ensinadas receitas no sentido de aproveitar o máximo de nutrientes dos alimentos. A secretária Fátima Ribeiro enfatizou que o município trabalha para fortalecer a política de segurança alimentar e nutricional em São Luís.

A diretora da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) do Governo Federal, Michele Lessa parabenizou a gestão municipal por fazer uma agenda de segurança alimentar paralela. “Isso potencializa a alimentação adequada”, elogiou.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior criou, por meio de decreto, a Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar (Caisan). O órgão integra a Secretaria de Segurança Alimentar (Semsa) e vai garantir a execução das políticas do setor, conforme a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan). A importância do órgão se dá pela necessidade de criar instrumentos para desenvolver as políticas públicas do setor.
 
Atrelado a isso, o titular da Semapa, Marcelo Coelho, anunciou que a Prefeitura implantará o programa De Olho No Futuro, projeto de revitalização na área de agricultura do município. “Está em fase de viabilização e a intenção é facilitar a produção e o escoamento, fortalecendo a agricultura familiar”, declarou.
 
A secretária adjunta de Gestão da Criança e Assistência Social, Maria de Nazareth Garcez acrescentou que a Semcas está envolvida em uma das metas do ODM, que é a acabar com a fome e a miséria. “Essa nova gestão está interessada em cumprir esses objetivos e esperamos que até 2015 sejam superados”, disse.

domingo, 26 de maio de 2013

Manifestantes contrários ao casamento gay protestam pelas ruas de Paris

Manifestantes contrários ao casamento gay protestam pelas ruas de Paris. Dezenas de milhares de manifestantes contrários ao casamento de pessoas do mesmo sexo marcharam no centro de Paris, neste domingo, em protesto contra uma lei impopular que o governo aprovou no mês passado ao custo de um aprofundamento da polarização política.
 
A histórica Esplanada dos Inválidos tornou-se um mar de manifestantes com bandeiras cor-de-rosa e azul, enquanto manifestantes de extrema-direita penduraram um cartaz na sede do partido governista da França, o Partido Socialista, pedindo a renúncia do presidente François Hollande.
 
Os protestos, que começaram como uma campanha popular fortemente apoiada pela Igreja Católica, tornaram-se um movimento maior com políticos da oposição e militantes da extrema-direita descontentes com Hollande.
 
Apesar de apenas pouco mais da metade dos franceses apoiar a lei que permite o casamento de homossexuais e a adoção de crianças, e mais de 70 por cento acreditarem que os protestos deveriam acabar, as manifestações contribuíram para as baixas taxas de popularidade de Hollande
 
Embora não tenha conseguido evitar a aprovação do casamento gay, o movimento espera que a demonstração de força interrompa ou retarde outras leis que permitem a procriação assistida e as mães de aluguel para casais gays, que alguns socialistas buscam aprovar.
 
O ministro do Interior, Manuel Valls, mobilizou 4.500 policiais para garantir a segurança da manifestação. “Tememos medo de alguma ação por parte de grupos de extrema-direita”, disse o ministro, no sábado. “Aconselho as famílias com crianças a não aderirem a esta manifestação.”

Informações Reuters

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Trabalhadores com nível superior chegam a ganhar 219% a mais

A diferença salarial entre os trabalhadores brasileiros com e sem nível superior pode chegar a 219%, segundo dados da pesquisa Estatísticas do Cadastro Central de Empresas (Cempre) 2011, divulgada nesta sexta-feira (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No período, quem tinha nível superior recebia, em média, salário de R$ 4.135 e quem não tinha, R$ 1.294.
 
Imagem: divulgaçãoO estudo, que reúne informações cadastrais e econômicas de empresas e outras organizações (administração pública, entidades sem fins lucrativos, pessoas físicas e instituições extraterritoriais), mostra ainda que 82,9% dos assalariados não tinham nível superior e 17,1% tinham.
 
Em 2011, as empresas pagaram os salários mensais mais baixos (média de R$ 1.592), enquanto a administração pública pagou os mais elevados (média de R$ 2.478), seguida das entidades sem fins lucrativos, que pagaram salário mensal médio de R$ 1.691.
 
Os maiores salários médios mensais foram pagos pelo setor de eletricidade e gás (R$ 5.567), seguido por atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (R$ 4.213). Já os menores foram pagos por alojamento e alimentação (R$ 858) e atividades administrativas e serviços complementares (R$ 1.110).
 
A pesquisa aponta também aumento de 5,7% no número de mulheres contratadas entre 2010 e 2011, variação superior à dos homens (4,7%) contratados no mesmo período. Ainda assim, os homens continuam sendo maioria (57,7% contra 42,3%) e continuam a ganhar mais: em média, R$ 1.962, 25,7% a mais do que a média salarial das mulheres (R$ 1.561,12).

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Abaixo a ditadura da subversão! Abaixo a "ditadura gay"

Por Gilberto Leda

O caso das críticas que a Lupo tem recebido por conta de supostamente promover “preconceito contra gays” em um comercial de TV com o Neymar (veja aqui) é a prova cabal de que, a continuar como estamos, desembocaremos todos em uma irreversível “ditadura gay”.
 
(Foto: Reprodução/UOL)
(Foto: Reprodução/UOL)
Não se trata aqui de condenar a orientação de quem quer que seja – embora já haja alguém por aí taxando o blogueiro de homofóbico, com certeza -, mas de preservar, também, quem não é gay.
 
O comercial da Lupo mostra o atacante do Santos de cueca apresentando pedidos de clientes mulheres numa loja. Só que quando um homem pede para ver a “cueca sexy do Neymar”, ele sai correndo. O cliente, um sujeito musculoso e de voz grossa, nem de longe encarna os ultrapassados estereótipos mais afeminados de homossexuais.
 
Mas os defensores da causa “partiram pra cima”. Já existe até campanha contra a marca nas redes sociais.
 
Ou seja: os mesmos homossexuais que gritam por liberdade de orientação sexual, são os mesmos que condenam quem simplesmente não é homossexual. Queriam, provavelmente, que a Lupo apresentasse um Neymar receptivo aos olhares e (por que não?) às apalpadelas de um marmanjo, apenas para mostrar que defende a liberdade. É, ou não é, uma deliberada tentativa de implantar uma “ditadura gay”.
 
Liberdade, meus caros, tem que ser defendida para todos. E olha que o comercial, repise-se, em momento algum faz qualquer referência à orientação sexual de nenhum dos personagens em cena.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Qual o endereço dessa empresa fantasma?








Atendimento na Central de Atendimento Social inicia hoje (20)

A Central de Atendimento Social, espaço totalmente novo de atendimento à população da capital, funcionará a partir desta segunda-feira (20), das 08h às 17h, na Avenida Marechal Castelo Branco, no São Francisco. O local inaugurado pela Prefeitura de São Luís tem capacidade diária de atender 700 pessoas.
 
O novo atendimento será feito em área climatizada de 300m², com 23 estações de atendimento, 150 assentos para espera, um banheiro para pessoas com deficiência, além do Espaço Criança, destinado aos filhos menores das usuárias. A triagem na recepção será feita através de senha personalizada, com identificação por meio de um número de documento do beneficiário ou do Número de Identificação Social (NIS).
 
“A Central prestará serviços que possibilitarão o acesso aos programas sociais através do Cadastro Único. Assim, em um só lugar os usuários poderão ter informações, serem incluídos nos programas sociais, como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Pronatec; e acessar os benefícios assistenciais. Sem dúvida, um passo importante de valorização dos que procuram o atendimento e o acesso aos programas sociais”,enfatizou o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.
 
A Central de Atendimento Social oportunizará condições mais dignas, qualidade e conforto aos usuários, acabando com filas na madrugada e longas horas de espera. Ainda no começo da gestão, a Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas) elaborou relatório sobre a situação precária na disponibilização dos serviços.
 
“Com esse novo espaço, reafirmo meus compromissos em melhorar as condições de vida em nossa cidade, especialmente daqueles que mais precisam das políticas públicas. Não arredarei o pé do meu compromisso de vida, reafirmado na campanha eleitoral, de tudo fazer para que São Luís possa ser um lugar melhor para se viver”, disse o prefeito. A entrega da Central de Atendimento Social é mais uma das metas da Agenda Estratégica dos 120 primeiros dias de governo executadas.
Assistência Social
 
Além da entrega deste equipamento social, a Semcas tem desenvolvido outras importantes ações de atendimento às famílias em vulnerabilidade social. Entre as ações, a atualização dos cadastros das famílias beneficiárias do Programa Minha Casa Minha Vida, já tendo sido entregues 247 habitações do empreendimento São José V e, em fase de contratação, um total de 2.432 unidades. O que totalizará, até o final de junho de 2013, quase 2.700 moradias.
 
Também foram realizados, mutirões em feriados e finais de semanas para atendimento dos beneficiários do Programa Bolsa Família, registrando mais de oito mil atualizações no CadÚnico, 2.285 novos cadastros, 2.384 desbloqueios de benefícios e 189 expedições de Carteiras do Idoso para Passe Livre Interestadual o que, na prática, garante o recebimento desses benefícios pelas famílias que deles tanto necessitam.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Nesse país não tem TCU, MPF, PF, JF e TRE? Corrupção generalizada no Governo do Estado – Denuncia Deputado.

Roseana Sarney e Luís Fernando ladeando o ex-secretário de infraestrutura, Max Barros
 
O deputado Bira do Pindaré (PT) voltou a ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã de quarta-feira (15), para novamente questionar o Governo do Estado do Maranhão sobre as relações e os contratos com a empresa JNS Canaã Paisagismo e Serviços.

A empresa foi contratada para construir 11 hospitais no valor de R$ 19 milhões e 808 mil, do montante, ela recebeu R$ 05 milhões e 487 mil, em julho de 2010. Os municípios que receberiam os hospitais são: Apicum-Açu, Araguanã, Bacurituba, Cajari, Governador Newton Bello, Matinha, Palmeirândia, Porto Rico do Maranhão, Presidente Sarney, Serrano do Maranhão e Zé Doca. Nenhum dos hospitais foi construído.
 
Max muito bem acompanhado...

Bira cobrou do Governo do Estado respostas quanto ao paradeiro da JNS Canaã? O porquê dos hospitais não terem sido construídos? Aonde foram parar os R$ 05 milhões e 487 mil recebidos pela empresa? O que a JNS Canaã fez com o dinheiro? Aonde ela realmente funciona? Quem são os seus proprietários? Onde estão estabelecidos? Onde ela funcionava aqui em São Luís? Quais obras a JNS Canaã entregou?

Trio parada dura: Ricardo, Fernando e Max Barros
Durante a sessão apenas os deputados, líderes do Governo na Casa, Magno Bacelar (PV) e César Pires (DEM) tentaram responder os questionamentos. Magno afirmou que o contrato com a empresa foi rescindido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), entretanto, ele não explicou o que foi feito com o dinheiro recebido pela empresa já que os hospitais não existem.

 
César Pires afirmou que outra empresa já foi contratada para construir os hospitais, entretanto também não soube explicar o que aconteceu com o dinheiro já recebido pela JNS Canaã. O mais grave é que nenhum dos dois líderes do Governo soube explicar como a SES contratou uma empresa para construir 11 hospitais, não executou o projeto, doou R$ 750 mil para a campanha da Governadora em 2010 e não existe em endereço algum, conforme site da Receita Federal.

A nota fiscal, de contratação da JNS Canaã para a construção de um trecho da MA-020 Vargem Grande/Coroatá, entregue para os deputados de oposição pelo deputado Max Barros (PMDB) apresenta um endereço da empresa que não existe. O endereço que aparece na nota é o seguinte: Jardim Eldorado nº 08, Rua Humberto de Campos Quadra 01 Turu, São Luís Maranhão, contudo, no local não existe e nunca existiu nenhuma empresa. Não existe por que a Rua Humberto de Campos no Turu, não possui Quadra 01 e nem Casa 08.

Quanto à proposta de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os contratos da JNS Canaã com o Governo do Estado o deputado Bira garantiu que assinará o pedido. Ele foi além e propôs que uma comissão de deputados visite a JNS Canaã, a fim de esclarecer onde é que ela funciona? Onde é que ela está?

“Alguém tem que nos ajudar a descobrir onde está essa empresa que recebeu dinheiro do Governo do Maranhão, só da Secretaria de Saúde foram R$ 5,5 milhões, mas não construiu os hospitais e ainda doou o dinheiro para a campanha da governadora Roseana. Que empresa é essa? Quem são os seus proprietários? Onde estão estabelecidos?”, cobrou Bira.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Bolsonaro critica CNJ por "legislar" sobre casamento entre homossexuais

 
O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) criticou nesta terça-feira (14) o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por ter aprovado a proposta que proíbe os cartórios de reconhecer a união de pessoas do mesmo sexo. Para ele, além de o órgão querer legislar no lugar do Congresso Nacional, o CNJ peca contra a Constituição Federal ao aprovar a medida. “Já não basta o Supremo Tribunal Federal legislar?”, questionou. “Um artigo da Constituição diz que a família é: um homem e uma mulher. Depois a Câmara quer tomar medidas contra o Judiciário e eles ficam bravos”, afirmou. Bolsonaro disse ainda que o Judiciário está “equivocado” ao conceder adoção de crianças para casais homossexuais. “Essa criança vai ser um gay”, justificou.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Edivaldo Holanda Junior esta vendendo a alma? Olha ai igreja...

Prefeitura realiza Roda de Diálogo com movimento LGBT nesta quarta-feira
 
 
A Prefeitura de São Luís realiza nesta quarta-feira (15), às 15h, no auditório Reis Perdigão do Palácio de La Ravardière, mais um encontro para debater a construção de políticas públicas municipais para a comunidade LGBT.
 
Na oportunidade, será realizada a Roda de Diálogo que discute o tema “Faça de São Luís uma cidade livre da homofobia”. Outro momento já está marcado para o dia 28 de maio, que compreende a segunda reunião de trabalho para definição do comitê de construção da política pública e posterior Plano Municipal.
 
A articulação é da Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas) que, desta forma, abre a possibilidade de diálogo entre poder público e sociedade civil e de discussão sobre a transversalidade e interlocução de políticas públicas, o fortalecimento de uma cultura de paz e de promoção da diversidade humana, com foco no desenvolvimento da cidadania da população LGBT.
 
Para Vanessa Nathália, da coordenação de Direitos Humanos, Ações Afirmativas e Paz Social da Semcas, é importante que o poder público tenha ações em defesa de uma democracia plena. “A Semcas, como articuladora das políticas públicas, tem um importante papel na garantia dos direitos da pessoa humana, com contribuição para a superação das desigualdades, das situações de vulnerabilidade e risco social, inclusive as vivenciadas pela população LGBT", afirma.
  
A Roda de Diálogo “Faça de São Luís uma cidade livre da homofobia” terá a participação de secretarias municipais, OAB-MA, Fórum de ONGs Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais do Maranhão, representantes da sociedade civil organizada e sociedade em geral.

Cantora revela em programa de TV que fez ‘cirurgia espiritual’

A cantora Alcione revela no programa ‘Viva o Sucesso’, desta quarta-feira (15), às 21h, que o momento mais difícil de sua carreira foi quando perdeu a voz e recebeu o diagnóstico de que só poderia cantar por mais um ano.
Imagem: divulgação“Fiquei tão desgostosa que engordei 25 kg. Já estava com uma operação marcada em Paris, quando Augusto César Vanucci, meu diretor na Globo na época, disse que teria uma apresentação do Dr. Fritz no teatro dele. Fiquei maravilhada com o que vi e fui para Recife ser operada espiritualmente. Ganhei mais 18 discos de ouro depois disso.”
 
Dr. Fritz é o nome dado a uma entidade espiritual que, segundo crença espírita, incorporaria médiuns para efetuar tratamentos espirituais.

Por que a manifestação em Brasília? Saiba como participar

Imagem: reprodução de vídeo
 
Sob a organização do pastor Silas Malafaia, e vários líderes evangélicos, uma grande manifestação em defesa da família tradicional, da vida, da liberdade de expressão e religiosa acontecerá em Brasília. O evento está programado para o dia 5 de junho, às 15h, em frente ao Congresso Nacional.
 
CARAVANAS SAIRÃO DE SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO E BELO HORIZONTE RUMO A BRASÍLIA. PARA SE INSCREVER, CLIQUE AQUI E OBTENHA TODAS AS INFORMAÇÕES NO SITE DA ASSOCIAÇÃO VITÓRIA EM CRISTO.
 
Pastor Silas pretende reunir cerca de 100.000 mil pessoas no protesto, para marcar posição contra o casamento gay, o aborto e o Projeto de Lei 122. O evento também contará com a participação de vários líderes evangélicos, além dos cantores Talles Roberto, André Valadão, Aline Barros, Eyshila, Nani Azevedo, David Quinlan, Cassiane, e Bruna Carla.
 
“Já que estão forçando a barra sobre o casamento gay, vamos a Brasília para dizer que estamos do outro lado. Não é um ato exclusivo para apoiar Marco Feliciano, mas para marcarmos nossa posição. Vamos dar a nossa resposta. Todas as lideranças evangélicas estarão presentes, assim como a bancada evangélica. Vai ter gente de todos os lados do Brasil”, afirmou o pastor.
 

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Prefeitura intensifica operação tapa-buracos na capital

 
A Prefeitura de São Luís está trabalhando nas ruas e avenidas da capital para dar mais conforto à população. Na manhã desta sexta-feira (10), equipes da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) foram enviadas à Lagoa da Jansen para dar continuidades às ações de tapa-buracos nas ruas do Mandacaru, Samambaias, Gardênias e adjacências, beneficiando moradores e o tráfego de veículos no local.
 
As ações, que são parte do cronograma de atividades da Semosp, estão sendo realizadas desde o início de janeiro e já contemplaram Altos do Calhau, Jardim América, Cidade Operária, João Paulo, Anjo da Guarda, Turu, dentre outros bairros. A meta é recuperar as principais vias e avenidas de São Luís, e, posteriormente, iniciar atividades dentro dos bairros.
 
Diariamente, equipes são enviadas para recuperar a malha asfáltica das ruas e avenidas em situação emergencial, prejudicadas pelo período chuvoso em São Luís. Segundo Geraldo Plácido, técnico da Semosp, o material usado para recuperar a malha asfáltica das ruas na gestão passada era de má qualidade, o que acarretou a pouca durabilidade frente às chuvas na capital. “Por determinação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, estamos empregando um tipo de asfalto chamado CBQU [concreto betuminoso usinado a quente], de extrema qualidade, com alta durabilidade”, explicou.
 
O CBQU é um dos revestimentos mais utilizados nas metrópoles brasileiras. É composto por um agregado miúdo (areia), agregado graúdo (brita) e um ligante (CAP - Cimento Asfáltico de Petróleo), obtido pela destilação do petróleo. Com esse material, as ruas e avenidas recapeadas continuarão trafegáveis por muito mais tempo.
 
As ações na Lagoa da Jansen estão previstas para serem concluídas em cinco dias. As atividades da operação seguem em outros bairros da cidade.
 
Outras ações
 
A iluminação pública também está recebendo melhorias. Na Avenida Luís Eduardo Magalhães, em São Luís, equipes já iniciaram a troca de 120 luminárias, além da substituição de fiação e também de postes. Nos próximos dias, outras avenidas da capital também serão revitalizadas.


Mira dos tucanos foi pro brejo, Lula continuou bem avaliado pelos brasileiros...

Pelo Professor Caio Hostilio
 
O mensalão foi devastador para minar todo e qualquer avanço do PT e, principalmente, o ex-presidente Lula. As armações foram gigantescas, porém não chegou a atingir o principal alvo: Luis Inácio Lula da Silva, que continuou bem avaliado pelo povo brasileiro. A mira dos tucanos foi pro brejo, mas serviu para mídia paulista e a globo pautar o tal mensalão como o maior escândalo desse país.
 
Dilma foi eleita… Alguns envolvidos ficaram livres por perda de prazo do PGR e agora verifica-se que a conclusão do trânsito em julgado da ação do mensalão deve demorar. O que querem realmente?
 
Apesar de todo o empenho do ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal 470 – não se acredita, no STF, que o processo do mensalão transite em julgado antes de um ano. Afinal de contas, o plenário terá de apreciar 25 embargos declaratórios e não se sabe ainda quantos infringentes.
 
Por sua vez, a Adpf 153, proposta pela Ordem dos Advogados do Brasil para que fosse revista a Lei de Anistia de 1967, foi rejeitada pelo STF, em abril de 2010, por 7 votos a 2. Os embargos de declaração interpostos pela OAB estão para ser julgados desde março do ano passado.
 
O caso Cachoeira foi para o arquivo!!!

O antissarneysismo como atestado de boa conduta


Por Robert Lobato
 
 
No Maranhão dicotômico, “sarneysista” versus “antissarneysista”, quem se posiciona na segunda opção parece achar-se protegido por uma espécie de “atestado de boa conduta” para fazer o que bem entender. Funciona mais ou menos assim:

Se você rouba, mas é um político, empresário ou jornalista “antissarneysista”, não tem problema, pois você não é ladrão, apenas está sendo perseguido pela “oligarquia” e pelo sistema Mirante.
 
Assassinou alguém e é um “antissarneysista”? Fica gelo, você não é assassino, não matou ninguém, tão somente matou em legítima defesa ou foi vítima de alguma armação do “grupo”.
 
Se estuprou, mas é um vigoroso “antissarneysista”, pode ficar tranquilo que aparecerá um aliado para dizer que você “estuprou, mas não matou”.
 
E se meter a mão no dinheiro público? Pode dormir tranquilo, pois os “antissarneysista” não são corruptos, eles usam o dinheiro surrupiado em nome da “causa” para libertar o Maranhão.
 
É prefeito ou prefeita, e usou e abusou de dispensa de licitação? Relaxa, basta ser “antissarneysista” e aparecerá um deputado “camarada” que dirá da tribuna que você faz uma gestão “revolucionária” e “transparente” na sua cidade, mesmo que os fatos mostrem o contrário.
 
E se você for um blogueiro da “pilantrosfesta”? “No problem”, se for “antissarneysista” você está liberado para fazer desgraças contra quem quiser do grupo Sarney, com a certeza de que será bem “recompensado” por um algum gabinete oposicionista.
Brincadeira à parte, a coisa é séria.
 
Muitos fazem da dicotomia “Sarney” x “Antissarmey” uma forma equivoca – e até perigosa – de separar quem presta e quem não presta na sociedade maranhense em geral, e na política em particular, como se todos os “sarneysistas” fossem demônios perversos e os “antissarneysista” santos de candura. São incapazes de aceitar a ideia de que tanto de um lado como do outro têm gente séria e honesta, assim com têm picaretas e cretinos.
 
E o mais ridículo é que, na falta de argumento, muitos que se arvoram de “puros”, tacham de “sarneysista” qualquer um que ouse em criticar ou contrariar setores ou agentes oposicionistas. Ou seja, pura apelação!
 
O fato é que essa divisão do Maranhão em apenas dois lados do espectro político, só tem beneficiado alguns poucos que se utilizam do discurso “Sarney” x “Antissarmey” para sobreviver e se dar de bem de uma forma ou de outra.
 
E o povo maranhense só tem perdido com isso…

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Volta Lula!














Advogado critica “unidade” entre governo e oposição no caso da CPI da Agiotagem

E para começar o dia muito bem, deixo com vocês o artigo para lá de provocador do Abdon Marinho em que o advogado e defensor dos direitos humanos faz uma breve análise do Maranhão que une governo e oposição contra a instalação da CPI da Agiotagem. Ainda hoje o Blog do Robert Lobato vai tratar do assunto. Aguardem.
 
Enquanto isso fiquem com o artigo do candidato a desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão, mestre Abdon Marinho:
 
”NO MARANHÃO ATÉ OS CÉUS MENTEM” (Reproduzido a partir do Facebook)
”O Maranhão só pode está muito errado para oposição e governo estarem do mesmo lado.”
 
Foi no começo dos anos noventa que adquiri a obra “Sermões” do padre Antônio Vieira, edição da editora Nova Aquilar, está comigo até hoje. Li os volumes ainda naqueles anos, vez por outra me lembro de uma coisa ou outra e pego os livros para conferir. Muitas vezes são os fatos do dia que trazem Vieira à lembrança. Hoje foi um destes dias, desde cedo me vinha mente essa frase do título, não assim, um pouco distorcida, corri aos livros e encontrei a parte que me assaltava a lembrança e que segue abaixo:
 
“Os vícios da língua são tantos, que fez Drexélio um abecedário inteiro e muito copioso deles. E se as letras deste abecedário se repartissem pelos estados de Portugal, que letra tocaria ao nosso Maranhão? Não há dúvida, que o M. M de Maranhão, M de murmurar, M de motejar, M de maldizer, M de malsinar, M de mexericar, e, sobretudo, M de mentir. Mentir com as palavras, com as obras, e com os pensamentos, que de todos e por todos os modos aqui se mente. Novelas e novelos são as duas moedas correntes desta terra, mas têm uma diferença, que as novelas armam-se sobre nada, e os novelos armam-se sobre muito, para tudo ser moeda falsa. Na Bahia, que é a cabeça desta nossa província do Brasil; acontece algumas vezes o que no Maranhão quase todos os dias. Amanhece o sol muito claro, prometendo um formoso dia, e dentro em uma hora tolda o céu de nuvens, e começa a chover como no mais entranhado inverno. No Maranhão, até o sol e os céus mentem.” (Padre Antonio Vieira – Sermão da Quinta Dominga da Quaresma – 1654).
 
Embora o texto pareça ter sido escrito para os dias de hoje e sobre tudo, haverão de perguntar-me a razão da lembrança. Explico:
 
Há alguns dias, acossado por denúncias de envolvimento com alguns delitos, alguns de grande magnitude, o deputado Raimundo Cutrim, que não é um qualquer, foi secretário de segurança do estado por quase uma década e informa ser aliado de primeira hora do atual grupo que está no poder propôs uma CPI para investigar os efeitos deletérios da agiotagem nas administrações públicas municipais, na Assembleia Legislativa e o envolvimento das quadrilhas de agiotas, com diversos crimes, inclusive assassinatos.
 
Pois bem, como, pelo menos nos veículos que costumo ler, não vi mais notícia alguma sobre o assunto indaguei a um amigo a quantas andava a dita CPI, ao que fui informado que num colegiado de 42 deputados, não se estava conseguindo as 14 assinaturas necessárias para que a proposta vingasse. Como assim, não tem na ALMA ao menos 14 deputados interessado em investigar um assunto tão grave? Indaguei. Mas e fulano? Beltrano? Sicrano? Insisti. O amigo disse nenhum, acredito que a CPI já nasceu morta, foi a resposta que recebi.
 
Foi ai que lembrei-me de Vieira.
 
No começo dos anos noventa estava na ALEMA, era assessor. Tinha uma efetiva militância. Naquele tempo, até no Maranhão as coisas são nebulosas, sabíamos com uma certa clareza quem era oposição e quem era governo, cada um dos agentes políticos em maior ou menor grau sabia o seu papel. As coisas me pareciam mais definidas.
 
O que temos hoje? Pelo que fui informado tanto o governo quanto a oposição estão do mesmo lado. Vamos combinar uma coisa. O Maranhão só pode está muito errado para oposição e governo estarem do mesmo lado.
 
Quer dizer que não interessa aos senhores deputados uma investigação que traga luz a essa verdadeira sangria aos cofres públicos? A ninguém interessa desbaratar essas quadrilhas que se apropriaram do dinheiro da saúde, da educação, das obras e das ações sociais em quase todos os municípios maranhenses? Quer dizer que a ninguém interessa saber se deputados estavam negociando com os agiotas as emendas parlamentares que inseriam nos orçamentos do estado? A ninguém interessa saber se é mesmo verdade que essas quadrilhas usavam policiais como cobradores para achacar prefeitos e outras autoridades? A ninguém interessa saber se haviam delegados sendo usados como achacadores? Não. Suas excelências devem ter outros assuntos com os quais se preocuparem, talvez com o final da novela das nove.
 
Claro que o deputado Cutrim busca um atestado de bons antecedentes emitido pelo Parlamento estadual, mas isso não impede que os demais deputados façam o seu trabalho como devido e apurem todos esses fatos. Não é segredo para ninguém, se ouve aqui e ali notícias de fatos aterradores. Notícias do dinheiro público sumindo do dia para noite para irrigar contas de agiotas. Quadrilhas retirando dos cofres públicos milhões e milhões de reais. Não há, ao meu sentir, uma explicação plausível que justifique suas excelências não querem investigar, não quererem aprofundar esse debate, desnudar essa bandalheira toda. Será que temem algo? O quê?
 
A que nível chegou o Parlamento do Maranhão onde deputados de oposição e do governo se unem não para buscar melhorias para o povo sofrido, mas para ocultar desvios e roubos? Pode piorar? No Maranhão tudo pode piorar, jamais imaginei que chegassem a isso. Chegaram.
 
Uma vez me disseram que em política só se mudavam os penicos as m… eram as mesmas. No Maranhão, parece que nem os penicos mudam. É uma lástima. Até quando, Deus meu?

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Tatá Milhomem garante que problema da segurança pública afeta todo país

O deputado Carlos Alberto Milhomem (PSD) garantiu, na sessão desta terça-feira (7), ao defender o governo do Estado das críticas da oposição, que o problema da segurança pública afeta todo país. Milhomem contou com a participação dos colegas de bancada governista, Manoel Ribeiro PTB) e Magno Bacelar (PV), que também rebateram as posições externadas principalmente pelo deputado petista Bira do Pindaré, Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e Marcelo Tavares (PSB).
Tatá Milhomem assegurou que se o parlamentar petista for, por exemplo, a Brasília, capital da República, sede dos três Poderes, onde tem a presidenta da República, o governador do PT, a segurança está relativamente pior do que a do Maranhão. Se for a São Paulo, governado pelo PSDB, o Estado mais rico da federação brasileira, que poderia viver até independente como uma das nações mais ricas do mundo, mas lá a violência também está acontecendo.
 
Milhomem defendeu mais investimentos no setor para que o país, como um todo, seja beneficiado e que é preciso mudar a mentalidade do povo, oferecendo mais educação, para que sejam reativados valores que a sociedade perdeu. O parlamentar falou sobre a questão do menor infrator e citou o exemplo de São Paulo, onde um jovem deu um tiro na cara de uma pessoa, mas não teve nada com ele porque faltavam três dias para completar 18 anos. “A segurança pública é uma epidemia brasileira”, garantiu.
 
Em aparte, Manoel Ribeiro contou que os bandidos estão cada vez mais perigosos e audaciosos, e citou que, no fim de semana, eles invadiram e assaltaram o 24º Batalhão de Caçadores, onde há quase seiscentos homens. Comentou que as emissoras de rádio estavam anunciando que roubaram apenas binóculos, mas há desconfiança de que também levaram armamento pesado. Ribeiro garantiu, no entanto, que o governo do Estado vem investindo na área de segurança.
 
“É preciso rigor. O nosso amigo e dileto secretário de segurança dr. Aluízio tem feito aquilo que é possível fazer dentro de um Estado onde as coisas são difíceis, onde a pobreza ainda está existindo”, declarou Milhomem.
 
Magno Bacelar defendeu o governo na mesma linha e disse que “essa bandidagem hoje é globalizada, com os meios de comunicação repercutindo tudo. Citou que a governadora Roseana Sarney (PMDB) já colocou 1.300 viaturas à disposição do Estado, realizou concurso público e que o secretário de Segurança vem fazendo seu papel com aquilo que tem.
 

Prefeitura reativa Conselho do Cinpra

A Prefeitura de São Luís vai sediar nesta quarta-feira (8), a posse da diretoria do Consórcio Intermunicipal de Produção e Abastecimento (CINPRA). Os novos membros vão exercer um mandato de dois anos. A eleição e a solenidade de posse serão realizadas no auditório Reis Perdigão, na sede da Prefeitura, às 9h, e contará com a presença do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, e do presidente Interino do Consórcio, Léo Costa, que é prefeito de Barreirinhas.
 
O Cinpra é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que congrega municípios maranhenses com o objetivo comum de participar do desenvolvimento sustentável do mundo rural, com reflexos positivos sobre a distensão social e maior equilíbrio das cidades dentro de sua região.
 
Fundado em 1997, pelo ex-prefeito Jackson Lago, o Consórcio tem o objetivo de oferecer aos municípios conhecimentos tecnológicos e científicos em favor da promoção do mundo rural. Inicialmente, o Consórcio de Produção, dirigido pela Prefeitura de São Luís, construiu parcerias com os centros de excelência no segmento produtivo, como EMBRAPA, SEBRAE, SENAR e as secretarias municipais de agricultura.
 
O Cinpra recebeu premiações pela Fundação Getúlio Vargas, a Fundação Ford e o BNDES, que conferiram à instituição por duas vezes o Prêmio Gestão Pública e Cidadania. O Consórcio foi uma das duas instituições convidadas pelo evento para representar o Brasil no X Congresso Latino-Americano de Administração Pública, realizado em Santiago, no Chile, em 2005.
 
Durante a última gestão da Prefeitura, o município de São Luís foi praticamente retirado do Consórcio, comprometendo todas as suas ações e a consolidação de um plano operativo que previa a extensão e replicação dos programas de apoio direto às secretarias municipais de agricultura. Após a eleição de Edivaldo Holanda Júnior e Roberto Rocha como prefeito e vice-prefeito, o diálogo com o Consórcio foi reaberto e São Luís aceitou o desafio de voltar a sediar o Consórcio.

terça-feira, 7 de maio de 2013

Grupo cristão pede retirada de site que vende roupas gays para bebês

Grupo cristão pede retirada de site que vende roupas gays para bebês
Grupo cristão pede retirada de site que vende roupas gays para bebês
Grupo cristão pede retirada de site que vende roupas gays para bebês. O presidente do grupo cristão Associação para Defesa da Heterossexualidade (ADHT), Dr. Alberto Thieme, denunciou o site Zazzle que vende roupas “GAYS” para bebês e crianças LGBT.
 
“Veja a que ponto está chegando o ativismo gay. Mesmo não sendo permitido mostrar a face de crianças em situações de crimes e envolvimentos contrários ao aceito pela sociedade brasileira, e previsto em nossas leis, abaixo o rosto de uma criança aparece por inteiro.”
 
A ADHT informou nesta segunda-feira, que fez a denúncia no site http://denuncia.pf.gov.br/ e conclamou as pessoas a denunciaram também para a retirada do site dos meios cibernéticos.
 
No site do Zazzle há diversos modelos de camisetas infantis com frases de apoio ao relacionamento e pais homossexuais em inglês: “I (love) MY MOMS (Eu amo minhas mães)”; “100% GAY”; “Keep Calm to Defend Equality”; entre outros.
 
Outros modelos incluem: Babador lésbica no linguagem gestual; Camiseta Cores do arco-íris; Chupeta com a bandeira do arco-íris e Macacãozinho 2 mamães são melhores que uma.
A ADHT alega que isso é uma “influência maléfica para as nossas crianças serem homossexualizadas”.
 
A Zazzle á uma plataforma de varejo por encomenda para consumidores e grandes marcas a oferecer bilhões de produtos exclusivos de qualidade no varejo produzido em até 24 horas, informa o site.
A empresa possui vendas internacionalmente, sendo encontradas em pelo menos 17 países.*Informações The Christian Post
 
( Por que o Diabo esta irrado com as crianças? ) 

Ação social oferece serviços especializados à comunidade

A Prefeitura de São Luis antecipa as comemorações pelo Dia das Mães e promove no próximo sábado (11) uma ação social na sede da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp), na avenida Guajajaras, nº2000, no São Cristóvão. O evento será aberto ao público e está prevista a oferta de uma série de serviços na área da saúde, orientação jurídica básica e beleza.
 
Para o atendimento médico, além da retirada do cartão do SUS, a população terá a sua disposição uma equipe de profissionais para atendimento em parceria com a Secretária de Saúde (Semus). A comunidade será atendida por pediatras, nutricionistas, ginecologistas, otorrinolaringologistas, oftalmologistas, fonoaudiólogos, urologistas e fisioterapeutas.
 
Os serviços serão oferecidos no horário das 8h às 17h deste sábado (11) na sede da Semosp. A ação é desenvolvida pela Secretaria de Obras em parceria com a Semus, Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas), Instituto de Paisagem e Urbanismo (Impur), Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Embeleze e UniCeuma.
SERVIÇOS QUE SERÃO OFERECIDOS
CONSULTAS:
Pediatra;
 Nutricionista;
 Ginecologista;
 Otorrinolaringologista;
 Oftalmologista;
 Fonoaudiólogo;
 Urologista;
 Fisioterapeuta;
 Clínico Geral;
 Atendimento Social e Psicológico.
 
EXAMES:
 
 Triagem/Circuito Saúde;
 Teste rápido de HIV e Hepatite;
 Coleta de Preventivo.
 
OUTROS SERVIÇOS:
 Aplicação de Flúor (infantil);
 Vacinação;
 Distribuição de medicamentos da farmácia básica;
 Orientação Jurídica;
 Atualização do Cadastramento do Bolsa Família;
 Cabeleireiro;
 Distribuição de mudas;
 Retirada do Cartão do SUS.

DAVINÓPOLIS - Ex-prefeito é alvo de denúncia do MP à Justiça

O Ministério Público do Maranhão, por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Imperatriz, ofereceu denúncia, no dia 24 de abril, contra o ex-prefeito de Davinópolis, Francisco Pereira Lima, por irregularidades na prestação contas da prefeitura no exercício financeiro de 2008.
 
O Tribunal de Contas do Estado desaprovou as contas do ex-gestor pela "prática de má conduta no exercício das funções políticas de organização, direção e controle da gestão municipal". O ex-prefeito violou diversos itens inseridos no Decreto Lei 201/67, que caracteriza os crimes de responsabilidade dos membros dos executivos municipais, e outras leis que tratam da administração pública.
 
Entre outras irregularidades, Francisco Lima deixou de prestar contas anuais nos prazos e condições estabelecidos, autorizou a abertura de crédito sem fundamento na lei orçamentária, não arrecadou todos os tributos de competência do município (IPTU e ITBI) e aplicou indevidamente as verbas públicas.
 
A Denúncia contra o ex-prefeito de Davinópolis foi formulada pelo promotor de justiça Albert Lages Mendes, titular da 6ª Promotoria de Justiça de Imperatriz.
 
Redação: José Luís Diniz (CCOM-MPMA)

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...