Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

terça-feira, 6 de maio de 2014

Prefeitura promove ações de auxílio a vítimas das chuvas

A Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias municipais de Segurança com Cidadania (Semusc) e da Criança e Assistência Social (Semcas), desenvolve ações de prevenção e de auxílio às vítimas de acidentes em áreas de risco da capital. Através da Defesa Civil, a Semusc realiza constante mapeamento das localidades com risco de deslizamento de terra e trabalho de prevenção com palestras educativas. Por meio de projetos e programas sociais, a Semcas presta apoio e suporte psicológico às vítimas.
 
A superintendente da Defesa Civil, Elitânia Barros, reforça a importância do trabalho preventivo.“Desenvolvemos regularmente campanhas de conscientização junto à população habitante em áreas de risco. Os diálogos constantes e a distribuição de panfletos educativos orientam os moradores e são atividades como essas que, com a colaboração da população, preservam a vida de muitas pessoas”, disse.
 
No mais recente levantamento realizado pela Semusc, 66 áreas de risco foram detectadas e, com as recentes chuvas, algumas dessas localidades foram atingidas. O aumento significativo em relação ao ano passado deve-se à crescente ocupação irregular do solo.
 
A Defesa Civil vistoriou os locais, como o Coroadinho, e está elaborando laudos técnicos para, assim que identificar as necessidades dos moradores, definir as ações que serão realizadas. Famílias da Vila Apaco estão sendo beneficiadas pela Prefeitura com o cadastro no Aluguel Social e o recebimento de kits com redes, lençóis e água.
        
Em um trabalho articulado com a Semusc, a Secretaria da Criança e Assistência Social (Semcas) também realiza ações em benefício das vítimas de acidentes em áreas de risco. A Semcas viabiliza a inserção dos atingidos no Aluguel Social, além de dar suporte psicológico às vítimas.
 
Atualmente, cerca 217 pessoas recebem o benefício do Aluguel Social, cuja verba pode variar de R$ 200 a 350, dependendo da região. O auxílio provisório tem duração de um ano e pode ser renovado por mais dois anos. Além do cadastro no programa, a Semcas tem realizado visitas aos locais atingidos a fim de garantir acompanhamento psicológico às famílias.

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...