Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Investimentos na estrutura do Samu melhoram atendimento à população

Diretor Geral do Samu, José Ribamar Sales Filho
Como resultados dos investimentos feitos desde o início da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) contabilizou significativo aumento no atendimento de janeiro a dezembro de 2013, em comparação ao mesmo período de 2012. O volume de atendimentos passou de 17.738 em 2012 para 22.572 no ano passado.
 
O trabalho de reestruturação foi lembrado pelo diretor geral do Samu, José Ribamar Sales Filho. Ele lembra que a atual administração encontrou o Serviço totalmente sucateado e com o atendimento à população comprometido. “O serviço contava apenas com duas ambulâncias em condições de funcionamento e quatro com problemas mecânicos. A Prefeitura adquiriu 12 novos veículos e fez a manutenção dessas quatro que estavam com problemas. Essa melhoria na estrutura reflete no melhor atendimento à população”, afirmou.
 
A Prefeitura destinou quatro veículos exclusivamente para a realização de transferências inter-hospitalares de pacientes graves, das quais, duas ambulâncias são de suporte avançado e contam com equipe formada por médico, técnico de enfermagem, socorrista e motorista; além de equipamentos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), possibilitando a realização de procedimentos como entubação, oxigenação e desfibrilação. A estrutura disponível à população se completa ainda com duas motolâncias e uma S10 para atendimentos de intervenção rápida.
 
Outra ação de grande impacto que garante maior agilidade no atendimento às solicitações telefônicas feitas pelo 192 foi a descentralização dos locais de partida das ambulâncias, que antes eram feitos da central do Samu no Itaqui-Bacanga. A atual administração criou quatro novos pontos de apoio, situados no Centro de Saúde Amar (Vila Fialho), no Socorrinho do Cohatrac, na Maternidade Nazira Assub (Estiva) e na Unidade Mista do São Bernardo.
 
A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) também tem buscado alternativas para ativar novas equipes. “Estamos envidando todos os esforços, conforme orientação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, para garantir condições de trabalho adequadas aos profissionais que já estão no Samu e buscando soluções para ampliar o serviço, que tem sido cada vez mais demandado diante do aumento das ocorrências de traumas, especialmente em acidentes de trânsito e da crescente violência na cidade”, explica o coordenador de Urgências da Semus, Alexandre Santos.
 
Outro destaque foi para o projeto Samuzinho na Escola, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Em funcionamento desde dezembro de 2013, o programa promove orientação quanto à prevenção do trote, primeiros socorros em casa e na escola. O público alvo é de alunos do 6º ao 9º ano da rede pública municipal. Todo treinamento e material educativo são fornecidos pela equipe da Samu.
SAIBA MAIS
O Samu, que integra a rede municipal de saúde, é um serviço de socorro pré-hospitalar móvel responsável pelo atendimento nas ocorrências após acidentes ou qualquer problema de saúde urgente que necessite de assistência médico-hospitalar. O pedido de atendimento é feito gratuitamente por meio de uma ligação para o número 192. O serviço funciona 24 horas ininterruptamente

2 comentários:

Carla disse...

Essa recuperação da Samu é realmente espetacular, em pouco mais de uma ano foi de uma sucata a um orgão bem equipado. Mais uma grande conquista da gestão de Edivaldo.

Carla disse...

Essa recuperação da Samu é realmente espetacular, em pouco mais de uma ano foi de uma sucata a um orgão bem equipado. Mais uma grande conquista da gestão de Edivaldo.

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...