Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

terça-feira, 15 de julho de 2014

Prefeitura participa de oficina do Ministério das Cidades sobre o MCMV

A Prefeitura de São Luís participa durante esta terça (15) e quarta-feira (16) da Oficina de Seleção de Demanda, Trabalho Social e Gestão Condominial no Programa “Minha Casa, Minha Vida” (MCMV), promovida pelo Ministério das Cidades. O evento é realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e reúne representantes das secretarias da Criança e Assistência Social (Semcas), Urbanismo e Habitação (Semurh) e Extraordinária de Projetos Especiais (Sempe).
 
“É uma oportunidade para colher informações que ajudarão a otimizar o atendimento do beneficiário e a operacionalização do programa”, explica a superintendente de Transferência de Renda e Cidadania da Semcas, Daniela Vieira. A gestão do MCMV está entre as prioridades da administração do prefeito Edivaldo que determinou atenção especial ao programa ainda no primeiro ano de governo resultando na entrega de mais de 6,5 mil moradias até o primeiro semestre deste ano.

Durante a oficina que está sendo realizada pelo Ministério das Cidades, os participantes são orientados sobre as diretrizes do programa, os critérios estabelecidos na portaria do MCMV para aprovação dos cadastrados e informações sobre a construção de infraestrutura básica nos territórios onde são instalados os empreendimentos. A observação a todos os critérios garante agilidade na execução do programa e qualidade de vida aos beneficiários.
 
A participação integrada das secretarias na capacitação contribui para aumentar a eficiência do atendimento na capital. A Semcas trabalha na mobilização dos usuários de baixa renda para adesão ao programa e organização da documentação necessária, enquanto a Semurh age para garantir a infraestrutura necessária aos contemplados, com a instalação de equipamentos públicos de educação, saúde e lazer. Já o trabalho da Sempe é direcionado ao encaminhamento do público prioritário identificado em programas desenvolvidos pela pasta.

Além de gestores e técnicos do município de São Luís, a oficina conta com a participação de representantes do executivo municipal de outras 28 cidades do interior do Maranhão. Os municípios participantes desenvolvem contratos com o governo federal para a execução do “Minha Casa, Minha Vida” com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) na faixa 1, que compreende famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil.

“Precisamos alavancar esses seguimentos. Achamos importante chamar os municípios para apresentar as regras, discutir as dificuldades e sair daqui com soluções para resolver o que ainda esteja impactando a resolução dos objetivos”, explica a representante do Ministério das Cidades e gerente de Trabalho Social da Secretaria Nacional de Habitação, Elzira Leão, que ministrou a oficina nesta terça.

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...