Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

sexta-feira, 10 de maio de 2013

O antissarneysismo como atestado de boa conduta


Por Robert Lobato
 
 
No Maranhão dicotômico, “sarneysista” versus “antissarneysista”, quem se posiciona na segunda opção parece achar-se protegido por uma espécie de “atestado de boa conduta” para fazer o que bem entender. Funciona mais ou menos assim:

Se você rouba, mas é um político, empresário ou jornalista “antissarneysista”, não tem problema, pois você não é ladrão, apenas está sendo perseguido pela “oligarquia” e pelo sistema Mirante.
 
Assassinou alguém e é um “antissarneysista”? Fica gelo, você não é assassino, não matou ninguém, tão somente matou em legítima defesa ou foi vítima de alguma armação do “grupo”.
 
Se estuprou, mas é um vigoroso “antissarneysista”, pode ficar tranquilo que aparecerá um aliado para dizer que você “estuprou, mas não matou”.
 
E se meter a mão no dinheiro público? Pode dormir tranquilo, pois os “antissarneysista” não são corruptos, eles usam o dinheiro surrupiado em nome da “causa” para libertar o Maranhão.
 
É prefeito ou prefeita, e usou e abusou de dispensa de licitação? Relaxa, basta ser “antissarneysista” e aparecerá um deputado “camarada” que dirá da tribuna que você faz uma gestão “revolucionária” e “transparente” na sua cidade, mesmo que os fatos mostrem o contrário.
 
E se você for um blogueiro da “pilantrosfesta”? “No problem”, se for “antissarneysista” você está liberado para fazer desgraças contra quem quiser do grupo Sarney, com a certeza de que será bem “recompensado” por um algum gabinete oposicionista.
Brincadeira à parte, a coisa é séria.
 
Muitos fazem da dicotomia “Sarney” x “Antissarmey” uma forma equivoca – e até perigosa – de separar quem presta e quem não presta na sociedade maranhense em geral, e na política em particular, como se todos os “sarneysistas” fossem demônios perversos e os “antissarneysista” santos de candura. São incapazes de aceitar a ideia de que tanto de um lado como do outro têm gente séria e honesta, assim com têm picaretas e cretinos.
 
E o mais ridículo é que, na falta de argumento, muitos que se arvoram de “puros”, tacham de “sarneysista” qualquer um que ouse em criticar ou contrariar setores ou agentes oposicionistas. Ou seja, pura apelação!
 
O fato é que essa divisão do Maranhão em apenas dois lados do espectro político, só tem beneficiado alguns poucos que se utilizam do discurso “Sarney” x “Antissarmey” para sobreviver e se dar de bem de uma forma ou de outra.
 
E o povo maranhense só tem perdido com isso…

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...