Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Dilma fica "enfurecida" com cálculo de perda da Petrobras

A presidente Dilma Rousseff (PT) ficou, de acordo com assessores, "enfurecida" com o cálculo produzido por consultorias independentes, que indica a necessidade de dar uma baixa de R$ 88,6 bilhões em ativos da Petrobras.

Para o Planalto, o número foi calculado de maneira "amadora" e colocou na mesma cesta ativos bons com outros contagiados pela corrupção investigada pela Polícia Federal, por meio da Operação Lava Jato.

Segundo a matéria, o governo preferia que o valor não fosse divulgado pelo conselho de administração da estatal, o que acabou ocorrendo por pressão de conselheiros em reunião feita na terça-feira (27).

O governo, internamente, julgou o cálculo como "rudimentar" e "amador", pois nem sequer foram utilizadas projeções importantes da estatal para a definição de números.

Além disso, segundo o governo, a divulgação fez crescer a imagem de que os ativos da estatal precisam ser baixados não só pela corrupção, mas também por incompetência administrativa.

Dilma chegou a fazer um telefonema onde teve uma conversa "duríssima" com Graça Foster, presidente da Petrobras há quase três anos, cobrando explicações sobre os critérios utilizados.

O valor de R$ 88,6 bilhões só chegou ao conhecimento do governo no dia da reunião do conselho, mesma data em que os conselheiros receberam os dados.

Inicialmente, o Planalto não queria que a quantia estimada fosse divulgada, mas o conselho considerou que o número acabaria vazando e a situação poderia ficar pior, já que levantaria a hipótese de que o órgão estaria escondendo dados.

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...