Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Prefeito Edivaldo participa da entrega de kits de irrigação e vistoria obras




























O prefeito Edivaldo participou na manhã desta quarta-feira (2) da entrega de kits de sistemas de irrigação a famílias de agricultores rurais do pólo agrícola de Anajatíua, na zona rural de São Luís. Na oportunidade, o prefeito visitou os canteiros de hortaliças beneficiados pela iniciativa e conversou com os produtores contemplados pelo projeto.
Segundo Edivaldo, a ação visa melhorar a infraestrutura produtiva dos agricultores familiares da capital. "Além de fortalecermos a atividade agrícola no município, proporcionamos também mais renda aos produtores contemplados e melhor qualidade de vida no campo", ressaltou o prefeito. Edivaldo destacou ainda que os kits de irrigação representam um incremento a mais na qualidade dos produtos fornecidos pelos agricultores familiares integrantes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa de Aquisição de Alimento (PAA), desenvolvido pela Prefeitura na capital, têm como objetivo proporcionar o acesso ao alimento às famílias em vulnerabilidade social.

Ele lembrou ainda que a aquisição e entrega dos kits de irrigação aos agricultores familiares do polos de São Luís é fruto de uma emenda parlamentar destinada por ele quando deputado da Câmara Federal. Segundo o prefeito Edivaldo, dos cerca de R$ 8 milhões conseguidos por meio de emendas parlamentares durante seu mandato, R$ 500 mil foram destinadas ao projeto de melhoria da infraestrutura produtiva dos polos agrícolas da capital.

De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Aldo Rogério, ao todo serão entregues 26 kits de irrigação que beneficiarão a cerca de 200 famílias de agricultores familiares em 24 comunidades da zona rural da capital. Só no polo de Anajatíua foram entregues 11 sistemas de irrigação. Serão beneficiados ainda os polos agrícolas de Itapera, Calembe, Marinha, São Joaquim, Arraial, Terra do Rumo, entre outros.

Cada sistema de irrigação é composto por uma bomba submersa, 100 aspersores por hectare tubulação; tubulação de PVC de 50 mm de diâmetro; cerca de 160 tubos/hectare, em média; tubos de PVC de 20mm de diâmetro, entre outros.

A família do agricultor Josivaldo Costa da Silva, 45 anos, foi uma das que recebeu o kit de irrigação. Ele comemorou a possibilidade de aumento da sua produção com a nova tecnologia implantada em seus canteiros de hortifruti. "Passamos da irrigação manual para a mecanizada. Isso é um avanço muito grande para todos nós que vivemos da agricultura familiar", disse ele.

Pensamento similar tem a agricultora Raimunda Vieira de Sousa, 53 anos, também contemplada com o kit de sistema de irrigação. "Com irrigação automatizada conseguimos produzir em menos tempo e fornecer um produto de melhor qualidade, além de aliviar um pouco o trabalho que tínhamos de irrigar o plantio manualmente", relatou.

UPA ZONA RURAL

No início da manhã, o prefeito Edivaldo realizou também nova vistoria técnica às obras de construção da UPA Municipal da zona rural, edificada na área do Distrito Industrial. O hospital, que é fruto de parceria celebrada entre a Prefeitura de São Luís e a Alumar, vai prestar atendimento de urgência e emergência clínica de média complexidade, além de realizar serviços médicos ambulatoriais. A obra tem previsão de ser entregue ainda neste semestre.

Acompanhado da secretária municipal de Saúde, Helena Duailibe, Edivaldo verificou o andamento dos serviços e visitou as instalações do hospital. Ele destacou a importância da nova unidade nos atendimentos mais complexos à população da zona rural, que até então contava apenas com unidades básicas de saúde. "Estamos reforçando a saúde da zona rural, que agora contará com um novo equipamento de saúde que prestará atendimento 24 horas, contribuindo, inclusive, para desafogar as outras unidades de média e alta complexidade do Município. Além disso, aqui funcionará também uma base descentralizada do Samu, o que vai proporcionar maior celeridade ao atendimento dos casos mais complexos ocorridos na região", disse o prefeito.

Com cerca de 1.400 metros quadrados de área construída, a UPA Municipal da zona rural disponibilizará 15 leitos e funcionará com alas de classificação de risco e alas vermelha e amarela para organizar o atendimento por complexidade dos casos. Disporá, ainda, de atendimento em ortopedia, consultórios ambulatoriais, atendimento diagnóstico por imagem com sala de raio X e de eletrocardiograma; posto de enfermagem, leitos de observação, sala de assistência social, sala de espera, entre outras instalações.

Acompanharam também o prefeito os secretários municipais Diogo Lima (Urbanismo e Habitação), Aldo Rogério (Semapa), Batista Matos (Comunicação) e o secretário adjunto da Semapa, Domingos Paz.

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...