Seis por metade de meia duzia...

"aquilo que se faz por amor está além do bem ou do mal". - Nietzsche

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Participação do jovem na política é tema de palestra no Liceu Maranhense


O país passa por um momento de transformação social que exige ainda mais comprometimento com a cidadania por parte de todos. Ciente do papel institucional que cumpre perante a sociedade, a Justiça Eleitoral maranhense tem ido a escolas realizar palestras, concurso de redação, treinamento e simulações para incentivar os jovens a participarem do processo eleitoral, alertando-os sobre a importância do voto.

Nesta quarta, 15 de junho, foi a vez dos alunos do Liceu Maranhense reunirem-se no auditório do colégio para ouvir o membro da Corte Daniel Blume e o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, Gilson Borges, sobre o assunto, com participação dos personagens da peça teatral Pão com Ovo.

Ludicamente, eles trataram temas como diferença entre voto nulo e branco, conseqüências do voto nulo, voto em trânsito, penalidades aplicadas a quem não vota ou não justifica, idade mínima para ser candidato, obrigatoriedade do voto, segurança da urna eletrônica, voto impresso, pagar multa, alistar-se, entre outros.

"No Brasil não há obrigação do menor entre 16 e 18 anos votar, porém isso não é um ônus. Votar é um bônus. Vocês precisam exercer a cidadania. O voto é o poder do cidadão", alertou Daniel Blume, enfatizando a importância do voto jovem. 

Coordenado pela Comissão de Responsabilidade Social do TRE-MA, em parceria com a Escola Judiciária Eleitoral, em 2016, o projeto Voto Jovem na Escola completa 6 anos, tendo alcançado mais de 15 mil estudantes neste período

Nenhum comentário:

Faça seu pedido de amizade no FACEBOOK...

Click na imagem...